Comitê de Avaliação do Transporte define plano de ação

Durante reunião ordinária realizada nesta quarta-feira (30), o gestor de Mobilidade e Transporte (UGMT), Silvestre Ribeiro, apresentou o plano de ação do Comitê de Avaliação do Transporte Coletivo, criado no ano passado por meio de um decreto municipal. Após a apresentação de dados sobre o sistema municipal e de indicadores que são utilizados para medir a qualidade do serviço, ficou definido quatro pontos prioritários de trabalho: construção de um quadro de dados básicos, definição dos indicadores que serão monitorados inicialmente, estruturação de uma pesquisa de avaliação junto ao usuário e análise e recomendação face aos dados analisados. “Acredito que estes sejam pontos que afetam diretamente na qualidade do serviço e, por isso, precisam ser priorizados”, comentou Silvestre.

A meta do grupo é concluir a pesquisa de avaliação junto ao usuário até o mês de maio, quando é celebrado o “Maio Amarelo”. Também está entre as prioridades a construção de um Plano de Comunicação com o usuário e com a sociedade, conforme destacou o gestor. O comitê é formado por representantes da UGMT, do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, das concessionárias e de usuários de ônibus.

Durante a reunião de hoje, os integrantes do comitê conheceram indicadores que são altamente utilizados por técnicos e empresas de transporte para medir a qualidade do serviço de transporte, tais como o indicador de passageiro por km² e o índice de regularidade do sistema, entre outros.