Várzea Paulista terá porto seco

Uma gigante da logística já tem espaço preparado para receber um porto seco, no bairro Ponte Seca, em Várzea Paulista. O serviço de recebimento de cargas industriais do Sul de Minas Gerais e do interior de São Paulo e escoamento em trens até o Porto de Santos aumentará a arrecadação municipal e gerará cerca de 50 novos empregos de logística.

Segundo o gestor municipal de Desenvolvimento Econômico, Marco Bueno, a Prefeitura, em razão dos benefícios a serem gerados à cidade, pediu apoio ao Governo Federal para que a empresa conseguisse a liberação da construção dos trilhos no terreno. O executivo elaborou uma proposta de alterar o Plano Diretor, aprovada pela Câmara Municipal por unanimidade na nessa terça-feira (2), que possibilitará esse e outros investimentos industriais.

De acordo com o gestor, o município reúne características interessantes para esse tipo de empreendimento. “Desde que essa empresa se instalou na cidade, existe o interesse em construir o porto seco, por causa de nossa ótima localização e pelo fato de a linha férrea estar muito próxima ao terreno, o que facilitaria a construção de um trajeto complementar. Assim, os trens poderiam adentrar o terreno e receber os produtos trazidos por carretas”, explica.

%d blogueiros gostam disto: