Merendeira de Cabreúva é 2ª colocada em concurso culinário

Foi com um prato que é a cara do Brasil que a merendeira Maria de Lurdes dos Santos da Silva, que trabalha na EMEB Jaira Batista Santana da Silva, conquistou o paladar dos jurados e o segundo lugar no concurso Top Chef, da Angá Alimentação e Serviços, contratada pela Prefeitura para o serviço de merenda escolar. Ela faturou R$ 500 e um kit de facas, na competição com 47 concorrentes de diversos lugares do Brasil. A receita vai para um livro, que será publicado em breve.

O prato tem arroz, pernil acebolado, tutu de feijão, farofa e salada de couve. Tudo isso com um tempero pra lá de especial: o amor. “Como a proposta era incluir alimentos que usamos no dia a dia, escolhi o pernil, que as crianças adoram.” Além disso, ela levou em conta um conceito importante: o reaproveitamento dos alimentos e colocou talos de couve e agrião na farofa.

Maria, que ganhou uma doma (roupa de chef) e apresentou o prato para profissionais, destaca que não esperava o prêmio. “Meu objetivo era ter a receita publicada no livro. Ser premiada me motiva a fazer cada vez mais”, conta. E, com lágrimas nos olhos, ela fala um pouco da profissão que tanto ama. “Para mim, não tem coisa mais valiosa que ouvir os alunos dizendo que gostaram da comida que eu preparei. É muito gratificante, pois não me vejo fazendo outra coisa.”

Com tanto talento para criar pratos saborosos, ela ainda não sabe se vai participar do concurso em 2020, mas já tem um plano importante e inspirador. “Vou incentivar todas as minhas amigas e colegas de profissão a participarem. O concurso foi incrível. Cozinhar ao lado de chefs profissionais, que nos acompanharam a todo tempo, foi uma oportunidade única.”

MAIS – A nutricionista da Angá, Aparecida Zanqueta, explica que o objetivo do concurso foi de fato inspirar as merendeiras. “Elas tiveram que pensar não só na receita, como também na apresentação de cada prato”, comenta ela, lembrando que diariamente todas as cozinheiras já enviam para a Angá uma foto dos pratos preparados para as crianças. “O concurso, com certeza, vai refletir no cotidiano do trabalho.”

Ela conta que muitas merendeiras que ficaram inibidas em participar da primeira edição já estão fazendo planos para 2020. “Depois do resultado, muita gente veio me procurar querendo participar.”

É importante destacar que, no dia a dia, a merenda escolar de Cabreúva é preparada sob supervisão de nutricionistas e conta com cardápio variado, que inclui frutas, legumes e proteínas como carne e frango.