FabLab recebe Certificação Internacional

A parceria realizada pela Prefeitura de Jundiaí – Escola Inovadora com o Serviço Social da Indústria (SESI) para a implementação do Fab Lab Jundiaí completou um ano e de presente, recebeu a certificação internacional para a interconexão e desenvolvimento de projetos em parcerias com mais de um mil Fab Labs espalhados pelo mundo.

O documento foi entregue durante cerimônia, no Complexo Argos, na tarde de sexta-feira (13), juntamente com a apresentação do logotipo do primeiro equipamento municipal instalado em parceria com a instituição representativa das indústrias. A festividade ainda contou com workshops gratuitos abertos à população.

“Com a Educação de qualidade na base de formação de uma criança com o Programa Escola Inovadora proporcionamos o pleno desenvolvimento de suas capacidades, possibilidades e as preparamos para o futuro. Segundo pesquisas, 65% das profissões que existirão nos próximos anos ainda não foram criadas. Por isso, a parceria com o SESI, a partir da Rede Jundiaí de Cooperação, para ter o primeiro Fab Lab Municipal direcionado para a educação é fundamental para a formação das nossas crianças. A certificação internacional amplia os horizontes, com a troca de informações e conhecimentos entre os estudantes dos Fab Labs.”, argumenta o prefeito Luiz Fernando Machado. No período da manhã, o prefeito recebeu o documento com o Currículo Jundiaiense desenvolvido por mais de 600 educadores da Unidade de Gestão de Educação (UGE).

Segundo o presidente do Conselho Sesi Senai, Vandermir Francesconi Júnior, a oportunidade criada em Jundiaí é única no Brasil. “Esse é o primeiro Fab Lab fora da rede Sesi, municipal, aberto para os estudantes e comunidade. A certificação recebida demonstra que todos os requisitos foram atendidos. A conectividade amplia a capacidade de atendimento. Estamos vivendo o momento 4.0 das indústrias e as crianças estão sendo preparadas para o futuro. Este é o espaço de concretizar, facilitar a aprendizagem. Aqui visualizam, produzem e entendem os motivos de aprenderem as matérias em sala de aula”, argumenta.

Alexandra Miamoto, do Sesi, fez a entrega da certificação para o Prefeito Luiz Fernando Machado, junto com o o 1º diretor do Ciesp, Vandermir Fraciscone Junior

Futuro

Animada com o desempenho do espaço nos primeiros 12 meses de funcionamento, a diretora do Centro de Atividades do Sesi Jundiaí, Alexandra Salomão Miamoto, explica que para o próximo ano a meta é atingir mais estudantes para o uso do espaço. Com a parceria, além do horário destinado para o atendimento da rede municipal de educação, o atendimento à população em geral também é realizado. “Para 2020, a intenção é atrair os estudantes das universidades e faculdades, além dos alunos da Educação de Jovens e Adultos para o espaço. Aqui é o espaço para errar e acertar”, adianta a diretora, que determinará as metas nas próximas semanas.

Para a gestora da Unidade de Gestão de Educação (UGE), Vasti Ferrari Marques, o próximo ano será de ampliação de atendimento para além das crianças de 4ºs e 5ºs anos. “A intenção é trazer também as crianças dos 3ºs para desenvolver projetos no Fab Lab, a partir do projeto pedagógico da unidade. É muito importante que as crianças tenham uma questão, uma pergunta, um problema para ser resolvido e que tragam aqui, para o espaço de prototipagem”, detalha a gestora.

O Fab Lab está entre os elementos que consolidam a participação de Jundiaí na Rede Larino-Americana – Cidade das Crianças com foco no desenvolvimento das crianças potentes e no desenvolvimento de políticas públicas a partir de escuta de opinião e sugestões das crianças.

Para o 1º vice-diretor do CIESP Jundiaí, Alexandro Zavarizi, a preocupação em oferecer Educação inovadora pela Prefeitura de Jundiaí é um grande avanço para o mercado de trabalho das próximas décadas. “As crianças estão tendo contato com maquinário que as gerações passadas não tiveram acesso. Isso amplia a formação dos futuros jovens que estarão, daqui pouco mais de 10 anos, buscando estágios ou empregos nas empresas de Jundiaí. É qualificação”, resume.

Em 12 meses de funcionamento, o Fab Lab Jundiaí atendeu 2,1 mil estudantes da rede municipal

Premiação

Durante a cerimonia de comemoração vários estudantes das EMEBs de Jundiaí compareceram. Foi o caso do sexteto que representou a cidade da 10th World Mathematics Team Championship (WMTC 2019) e voltou para casa com a medalha de bronze, sendo o único grupo na faixa etária de 9 a 11 anos de escola pública, na disputa. Já entre os estudantes da EMEB Irmã Úrsula Gherello, saiu do grupo de estudantes o desenho que inspirou o logotipo do Fab Lab de Jundiaí.

Lucas Barros, 10 anos, desenhou um robô que passa a ser a marca da unidade de Jundiaí para o mundo. “Estou muito orgulho pela conquista e quero agradecer minha professora Marisa por isso. Ela me apoia e dedico esse prêmio para ela”, contou o menino, emocionado, abraçando a professora Marisa Orrigo de Oliveira. “É um sentimento de dever cumprido e de esperança para o futuro”, resume a educadora.

Pela manhã, foram realizadas palestras pelos professores Luiz Emanuel Simette e Silvio Acherboim. Numa das turmas, alunos de Robótica do Sesi 021 – Jardim são Camilo, acompanhados pelo professor Rafael Mendes Pereira Capovilla. Ana Clara Santos, estudante da escola, achou super interessante o espaço e tem usado o espaço para desenvolver vários projetos. Laiane Amorim, Ana Manzanos e Fernanda Rodrigues, educadoras, também participaram da atividade. Para elas, a abertura do espaço para a comunidade é muito importante para o desenvolvimento futuro.

“Educação na Era Digital Hard/Soft Skills em um Mundo em Transformação”, com os especialistas Luiz Emanuel Simette e Silvio Acherboim e
“Open Night Visitação Guiada” foram realizadas gratuitamente para a população