Programa Educavi chega às escolas

Professores da Escola Municipal de Ensino Básico (EMEB) Professora Anna Rita Alves Ludke, na Vila Alvorada, receberam nesta quarta-feira (4) a visita de representantes do programa Educação para Não Violência (Educavi) – Grupo de Educação e Prevenção às Drogas (Gepad). Este é um trabalho da Guarda Municipal de Jundiaí, referência junto a crianças, jovens e adultos na formação de multiplicadores dos conhecimentos adquiridos junto aos agentes de segurança pública da cidade.

Os GMs Danilo José de Oliveira e Amanda Nunes Cunha palestraram para cerca de 10 professores e levaram informações sobre os perigos das drogas e os efeitos causados no organismo para as pessoas, em especial para crianças, jovens e adultos.

“É importante atingirmos a família como fator de proteção contra o uso de drogas. Ela é o primeiro núcleo da sociedade. Tudo isso contribui com o trabalho de políticas públicas de prevenção às drogas” explicou a guarda Amanda.

A diretora da EMEB, Karen Merlim, que já conhecia o trabalho do Educavi, ressaltou que o professor é a porta de entrada para os alunos. “O professor, no dia a dia, tem a missão de educar, ouvir e colaborar no processo educativo e na formação cidadã das crianças. A parceria com a GM é perfeita”, explica Karen.

“O programa Educavi promove a cultura de paz com o intuito de promover e, principalmente, vivenciar o respeito à vida e à dignidade, sem discriminação ou preconceito, rejeitando qualquer forma de violência gratuita. Temos que valorizar nosso servidor público na troca de experiências com banco de talentos existentes na administração”, afirma o inspetor Erich Streng Godoi, responsável pela Coordenadoria de Instrução e Formação da Guarda Municipal de Jundiaí.

Segundo números do Educavi – Gepad, em 2019 foram realizadas cerca de 110 palestras em escolas municipais, estaduais e técnicas, com o atendimento a aproximadamente quatro mil pessoas, entre alunos, professores e diretores.