Ambulatório de Moléstias do Vianelo será reformado

O prédio que por mais de 20 anos abriga o Ambulatório de Moléstias Infecciosas (AMI) e o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), no Vianelo, receberá, a partir do dia 17 de março, reforma para a requalificação, ambiência e acessibilidade do espaço, que atende a cerca de 200 pessoas por dia. A assinatura do contrato para o início da obra, no valor superior a R$ 840 mil, foi realizada na tarde desta terça-feira (10), com a presença do Prefeito Luiz Fernando Machado, gestores e servidores do espaço.

A reforma tem prazo para entrega de 210 dias após o início (previsto para 17 de março) e contemplará a estrutura física do prédio com adequação do telhado, de sanitários acessíveis, construção de novos sanitários, reparo nas redes elétrica e hidráulica, trocas de paredes de dry-wall, troca de portas, readequação do piso da unidade, pintura e ambiência. Durante as obras, o atendimento será realocado no mesmo espaço.

O AMI e o CTA desenvolvem o trabalho multidisciplinar para ações de prevenção (prevenção combinada, gerenciamento de risco, aconselhamento, testagem campanhas educativas e treinamentos) e no acompanhamento e tratamento de usuários com infecções sexualmente transmissíveis, HIV/AIDS, hepatites virais, tuberculose, hanseníase, entre outras doenças infeciosas.

“A ambiência faz parte do cuidado em Saúde. Revitalizar o espaço é oferecer qualidade para a prestação do atendimento à população e o valorização dos trabalhadores, que se dedicam diariamente, a acolher as necessidades, as dúvidas e prestam o amparo necessário aos pacientes”, detalha o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, Tiago Texera.