Mortos por Coronavírus terão novos protocolos

Quem morrer de Coronavírus no Estado de São Paulo não terá o corpo encaminhado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) ou Instituto Médico Legal (IML).

A informação é do governador João Doria, em entrevista para a repórter de Jundiaí, Beatriz Casadei, que trabalha na Record TV.

A partir de agora o Governo do Estado baixou norma de que os pacientes de hospitais que tiverem o Coronavírus, seus corpos devem ir direto para sepultamento no falecimento, sem passar pelo SVO que é da Prefeitura ou de IML, que é do Estado. Os dois órgãos funcionam juntos em Jundiaí no Cemitério do Montenegro.

Segundo o Estado, os próprios médicos vão fazer o laudo “oral”, narrando tudo o que ocorreu e depois haverá coleta de material para análise pelo Instituto Adolfo Lutz.

Em alguns países, para evitar contaminação, os caixões têm sido lacrados para Velório e os corpos cremados.

Na região de Jundiaí há o crematório de Itatiba (na Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, divisa com o Mato Dentro, em Jundiaí). Os serviços custam bem menos do que a manutenção de sepulturas nos cemitérios.

 

%d blogueiros gostam disto: