Brasileiros retornam do Peru em aviões da FAB

Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira chegaram ao Brasil após resgatar 66 brasileiros (dentre eles uma advogada de Jundiaí) que se encontravam retidos em Cuzco, no Peru, segundo informou a assessoria de comunicação dos ministérios da Defesa e de Relações Exteriores – órgãos que coordenaram a ação – na noite desta quarta-feira, 25.

Nesta tarde, a primeira parada foi em Porto Velho (RO) para cumprir pouso técnico, sem desembarque de passageiros, e seguiram para São Paulo.

“O governo brasileiro, por meio da rede diplomática e consular do Itamaraty, segue acompanhando a situação dos viajantes brasileiros no exterior e está trabalhando para permitir a repatriação de todos”, diz a nota.

Foram levados à bordo equipamentos de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN), que, juntamente com o pessoal do IMAE, disponibilizados pela Diretoria de Saúde da Aeronáutica (DIRSA).

Enfrentamento à COVID-19

Por meio da Operação COVID-19, as Forças Armadas iniciaram ações de apoio a órgãos públicos e à sociedade com foco no enfrentamento ao novo Coronavírus.

Desde sexta-feira (20), a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Aeronáutica atuam coordenados em função da ativação de um Centro de Operações Conjuntas (COC), situado no Ministério da Defesa, em Brasília (DF), e de dez Comandos Conjuntos, distribuídos por todo o território nacional.

Assista ao vídeo sobre a missão de resgate de brasileiros no Peru.

 

Jundiaiense pede ajudar para voltar ao Brasil