Funcionários da EBFVAZ fazem protesto por falta de pagamento

Vários funcionários da empresa EBFVAZ, no Distrito Industrial, em Jundiaí, fazem um protesto no local por falta de pagamento.

Os empregados alegam que foram afastados de suas funções por 90 dias e a empresa se comprometeu a pagar um salário mínimo para cada funcionário durante esse período, a partir de maio. Mas o pagamento do mês não foi liberado pela metalúrgica até o momento.

“A empresa já quase faliu, entraram com processo judicial para reabrir e pagar os funcionários aos poucos (os pagamentos e férias que estavam atrasados). Então uma nova gestão assumiu, os funcionários fizeram greves atrás de greves. Mas, agora por conta do coronavirus, afastaram os funcionários, chamaram para uma reunião e pediram para todos assinar um papel, dizendo que os funcionários ficariam afastados por 90 dias recebendo um salário mínimo, a partir de maio. Porém agora estão se recusando a pagar o pagamento do mês”, conta a esposa de um dos funcionários.

O sindicato já foi avisado e tenta negociar com a empresa a melhor forma de cumprir os compromissos. A Guarda Municipal foi acionada e uma viatura está no local acompanhando a manifestação.