População reforça doações ao Fundo Social

Foi em uma das reuniões diárias, realizadas por meio do computador, no sistema de teletrabalho, que funcionários do setor de Compras da empresa Nouryon decidiram ir além das atividades profissionais: doar alimentos não perecíveis e produtos de limpeza para o Fundo Social. O comprador de projetos, Paulo Cavalcanti, ficou responsável por receber os depósitos bancários, adquirir os produtos e disponibilizá-los ao Fundo Social: “Definimos esta organização para evitar que mais pessoas saíssem de casa sem necessidade”. Segundo ele, o objetivo, agora, é mobilizar outros colegas: “Fazer o bem àqueles que enfrentam dificuldades é essencial, principalmente, em um momento como este. Vou conversar com outros amigos e sugerir que façam como o nosso grupo”.

Colaboradores da Unimed Jundiaí também se mobilizaram e doaram cestas básicas para a Campanha Permanente de Solidariedade do Fundo Social. Ana Araújo, juntamente com familiares, amigos e funcionários da WCA, entregou alimentos não perecíveis e a professora Déia Aleixo aproveitou o momento para doar produtos de limpeza. Já a Lucimara Viotto soube da iniciativa por meio de uma reportagem na TV e, imediatamente, incentivou amigos e familiares. Juntos, conseguiram doar alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e limpeza, leite longa vida e papel higiênico. “Já estamos nos programando para realizar a segunda doação e ficamos muito felizes em poder fazer a diferença na vida destas pessoas”, afirmou a gerente financeira.

Atitude semelhante já realizada também pelos condomínios Flex, localizado no Jardim Flórida, próximo ao Jardim Ana Maria, e Morada do Horto, situado no bairro Horto Florestal, onde reside a Roberta G. Azzoni, responsável por uma grande mobilização de moradores: “Fizemos uma campanha interna e conseguimos reunir roupas, alimentos, brinquedos e livros”, contou. Quem também uniu os vizinhos foi a aposentada Vera Heimann. Numa ação conjunta, ela e os moradores do condomínio Santa Teresa doaram cestas básicas. “Conseguimos arrecadar um bom valor e, além do Fundo Social, doamos para outras duas entidades. Nossa ideia é, em breve, angariar mais para novas colaborações”, disse.

De acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí (Funss), Vanessa Machado, doações como estas reforçam o trabalho realizado pelo Funss junto à Unidade de Gestão de Ação e Desenvolvimento Social (UGADS). “Do Fundo Social, as doações são destinadas à UGADS para o atendimento dos diferentes públicos em vulnerabilidade tanto nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) quanto no abrigo emergencial montado para a população em situação de rua, no Complexo Esportivo Jardim Ângela”, explicou.

Os interessados em colaborar podem doar alimentos não perecíveis (arroz, feijão, macarrão, açúcar, óleo, leite longa vida, leite em pó, sal, enlatados, molho de tomate e fubá), água mineral; fraldas, vestuário e toalhas de banho; produtos de limpeza e de higiene pessoal (desinfetante, água sanitária, detergente, sabão em pó, sabão em pedra, álcool, xampu, sabonete); ração para animais; e saco de lixo. Para aqueles que desejam doar e integram o grupo de risco a recomendação é não sair de casa e pedir a um familiar mais novo, um vizinho ou uma pessoa que esteja ajudando com estas tarefas externas.

O Fundo Social de Solidariedade está localizado dentro do Parque da Uva, com acesso pela avenida Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, s/n, portão 03, bairro Anhangabaú. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Informações: (11) 4521-2929.