DHL faz transporte de 1,3 milhão de testes rápidos

Mais de 1 milhão de testes de Covid-19 foram transportados pela DHL Global Forwarding e desembarcaram no Brasil. Os testes foram encomendados pelo Instituto Butantã e serão utilizados pelo Governo de São Paulo no combate ao Coronavírus. O primeiro lote desembarcou em Campinas no dia 14 de abril com 726 mil testes para detectar o Coronavírus.

E neste sábado, dia 18 de abril, às 4h50, um avião cargueiro pousou no Aeroporto Internacional de Viracopos com 574 mil testes. Para atender essa demanda, a DHL realizou um agenciamento de carga aérea, que saiu da Coreia do Sul, no dia 16 de abril, com conexão em Frankfurt, na Alemanha, para Viracopos, em Campinas (SP). Em apenas dois dias foi possível realizar o deslocamento da carga até o Brasil.

A logística para transportar uma carga com testes que detectam o Covid-19 é bem planejada e totalmente segura. Os testes são mantidos a uma temperatura de -20ºC e uma equipe especializada no setor farmacêutico monitora a carga 24h.

O transporte da carga passou por Jundiaí pela manhã, na Rodovia dos Bandeirantes, no bairro do Aeroporto, sob escolta do BAEP da PM

 

A DHL Global Forwarding Brasil oferece soluções personalizadas para atender clientes de diversas áreas. Para prestar o serviço ao Instituto Butantã, a DHL uniu o expertise de profissionais que atuam no Brasil, na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. Ou seja, a DHL possui uma estrutura global que facilita e agiliza o deslocamento de cargas internacionalmente.

Essas remessas fazem parte do compromisso contínuo da DHL Global Forwarding de fornecer uma gama logística de soluções centradas no paciente e entregá-las onde forem mais necessárias – especialmente durante esta pandemia de Coronavírus.

“É um privilégio para a DHL poder auxiliar no transporte de testes de Covid-19 durante essa pandemia e garantir que a carga chegue ao Brasil em segurança e no menor tempo possível. Contamos com uma equipe que reúne 600 especialistas que trabalham diariamente para promover o agenciamento de carga internacional e oferecer a melhor solução logística para os clientes”, destaca Eric Brenner, CEO da DHL Global Forwarding Brasil.

Ele destaca o comprometimento da DHL com as cargas prioritárias para o enfrentamento do Coronavírus. “Estou pessoalmente comprometido em priorizar qualquer remédio ou remessa de ajuda dentro e fora do País durante esses tempos difíceis. Estamos trabalhando com nossos clientes para cumprir nosso valor profundamente arraigado de conectar pessoas, melhorando vidas”, comenta Brenner.

Combate ao Coronavírus

Além de atender o pedido do Instituto Butantã, no início do mês de abril, a DHL Global Forwarding Brasil foi contratada pela Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (AFIP) para promover o agenciamento de carga composto de testes rápidos e biológicos de Covid-19.

Os embarques ocorreram no início de abril, em Hong Kong, na China, e em Inceon, na Coreia do Sul, e totalizaram o transporte de 50.024 testes de detecção do Coronavírus, com destino ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

Além dos testes, a DHL está utilizando seu expertise no transporte de todos os equipamentos, como máscaras, respiradores e agentes químicos no combate contra a Covid-19 para empresas de pequeno porte até a grande indústria.

Agora, mais do que nunca, a rede global da DHL sabe que vidas estão em risco quando uma remessa contém medicamentos ou equipamentos que podem salvar ou melhorar vidas.

%d blogueiros gostam disto: