Mais 82 pessoas recebem alta da Covid-19 em Jundiaí

A Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Jundiaí informa em seu último boletim que mais 82 pessoas receberam alta da Covid-19 (Coronavírus), nos dados fechados às 15 horas desta quarta-feira (15). Os tratamentos realizados principalmente pelos médicos e funcionários do Hospital São Vicente de Paulo estão dando resultados. Já somamos 81% de cura. Nos casos de óbitos foram três neste dia.

De domingo até agora, Jundiaí somou 184 pessoas curadas, do total de 4.418 desde o mês de março. O anúncio é para comemoração, mas todos os cuidados devem continuar, para evitar a propagação do vírus. Ainda existem 771 pessoas que estão em tratamento em casa e nos hospitais. A taxa de ocupação dos leitos públicos é de 76%.

A situação mais crítica ocorre em Campinas, com 100% de ocupação dos leitos hospitalares, 26 mortes na terça-feira e mais 22 mortes nesta quarta-feira. O prefeito Jonas Donizette baixou decreto pela manhã prorrogando a quarentena até o dia 30 de julho, na esperança de queda nos números de casos e de pessoas internadas.

Tratamento do São Vicente

O Hospital São Vicente de Paulo se tornou referência no Estado em tratamento dos doentes de Covid-19, tanto que tem vindo pessoas de outros municípios em busca de atendimento na cidade. Segundo o hospital,  “cada caso clínico é avaliado de forma individual, levando-se em consideração comorbidades, uso de medicação contínua e outros fatores. Em geral o tratamento prescrito inclui combinações de corticoides, antibióticos e anticoagulantes”, além da dedicação de cada funcionário.

 

Mais três pacientes têm alta do Hospital de Campanha

Mais três pacientes têm alta do Hospital de Campanha Mais três pacientes tiveram alta médica do Hospital de Campanha de Jundiaí nestes últimos dias. Dioníria Rodrigues Cavalheiro, 79 anos; Álvaro Vieira Ramos, 58 anos; e Anesio Mantovanelle, 64 anos.Anesio ficou internado do dia 06 ao dia 13 de julho. “Fui muito bem tratado, todos os profissionais são muito carinhosos e isso é muito importante, porque nos sentimos muito sensibilizados em não poder ver nossa família. Posso dizer que me senti como se eu estivesse em um dos melhores hospitais de São Paulo”, afirma.Já Dioníria esteve internada entre os dias 30 de junho e 13 de julho, foram 13 dias entre o Hospital São Vicente e o Hospital de Campanha. A filha, Neusa, elogia. “Vocês cuidaram muito bem da minha mãe, eu estou muito agradecida”, relata com alegria.Outro paciente que teve alta recentemente foi o Álvaro, que depois de nove dias de internação, foi para casa no dia 09 de julho.O Hospital de Campanha iniciou sua operação no dia 30 de junho e desde então, foram transferidos do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo para a unidade o total de 66 pacientes e 52 deles já receberam alta. O Hospital de Campanha funciona como reserva técnica de leitos de enfermaria do HSV e é destinado aos pacientes em fase final de acompanhamento.

Posted by Jornal da Região on Monday, July 13, 2020

Anúncios