Por vídeo, cães da GM alegram crianças internadas no HU

Com objetivo de manter o engajamento nas ações de humanização desenvolvidas pelo Hospital Universitário (HU) de Jundiaí, o Canil da Guarda Municipal presenteou nesta quinta-feira (16) as crianças em tratamento hospitalar com a “Cãoterapia”, projeto iniciado em 2018 que se tornou referência na Região. Durante a pandemia do Novo Coronavírus, a iniciativa foi suspensa. Ela permite que cães treinados, extremamente dóceis, passem um tempo com os pacientes.

Através de um vídeo produzido pela GM, onde os cães Black e Pantera brincaram na base do Canil com seus condutores (os guardas Madeira e Patriota), as crianças se divertiram pela tela de um tablet. A ação contou com o monitoramento da voluntária do HU Tatiane Keller.

“Como prevenção, colocamos um plástico de proteção no tablet e assim passamos o vídeo para elas. As crianças gostaram muito da ideia e pudemos arrancar sorrisos dos pacientes e dos acompanhantes”, explicou Keller.

O inspetor Erich Godoy, responsável pelo Canil da Guarda Municipal de Jundiaí ressaltou a importância de manter a proximidade dos cães com quem está em tratamento. “Mesmo a distância, a experiência junto à garotada é muito enriquecedora. É importante manter esses valores mesmo neste período de dificuldades”, disse o inspetor.

Os animais da GM Black, de sete anos, e Pantera, de dois, visitaram as crianças no HU pela última vez em fevereiro, um mês antes do decreto de calamidade pública que determinou as medidas sanitárias para combater a COVID-19. “Mantendo as regras do distanciamento, a Cãoterapia por vídeo será repetida aos pacientes do Hospital Universitário”, finalizou Godoy.