Jovens querem liberdade para empinar pipas

Um grupo de jovens que empina pipas no bairro Altos de Campo Limpo, em Campo Limpo Paulista, procurou o “Jornal da Região” pedindo para a Prefeitura da cidade liberar a atividade de lazer no local, onde eles frequentam desde o ano passado.

Segundo Marcelo Domingues, a convivência entre a Guarda Municipal e os frequentadores era tranquila até o último domingo (02), quando ocorreu desentendimento envolvendo o secretário de Segurança, Bruno Galvão e um jovem,

Marcelo disse que “a guarda tem feito um excelente trabalho. Sempre passa e não falam nada. Apenas pedem para evitarmos aglomeração e som alto. O que ocorreu não foi culpa da Guarda e sim do secretário que não tem nenhuma qualificação para fazer este tipo de abordagem. Nós somos gratos à Guarda de Campo Limpo e queremos continuar empinando pipa”, disse.

Marcelo lembrou que no ano passado, sem a pandemia do Coronavírus, tudo era tranquilo. Com a quarentena alguns grupos de jovens começaram a ir no local para empinar motos e usar som alto e consumir bebidas, o que prejudicou a atividade de lazer.

No domingo o secretário Bruno Galvão disse que os moradores ligaram para a Guarda reclamando justamente do consumo de bebidas, de drogas e do som alto.

Os frequentadores dizem que eles querem aproveitar o espaço, dentro da normalidade.