Motoristas por aplicativos paralisam atividades nesta sexta-feira

Os motoristas de serviços de transportes por meio de aplicativos (Uber e 99), anunciam paralisação das atividades nesta sexta-feira, dia 30, na região de Jundiaí. O motivo segundo eles é a redução nos rendimentos em cerca de 50%.

Os motoristas já começaram a avisar os clientes para não usarem os aplicativos nesta sexta-feira.

Na semana passada, vários motoristas da região se reuniram no estacionamento do Parque da Uva, na Avenida Jundiaí, em Jundiaí.

O presidente em exercício da Associação dos Motoristas por Aplicativos de Jundiaí e Região, Jorge Oliveira, disse que são abusivos os cálculos realizados pelas operadoras.

“O valor pago pelo km rodado foi reduzido em 50%, tornando praticamente inviável realizar as corridas com os valores atuais”, disse.

A Associação dos motoristas por aplicativos de Jundiaí organizou o manifesto e, em conjunto com o Movimento Coletivo Metropolitano (criado em 2018 para organizar e reivindicar melhorias à categoria de forma unificada em todo o estado de São Paulo) irá entrar com representações e ações contra as operadoras, em especial Uber e 99, junto aos órgãos de defesa como Procon e também com denúncias no Ministério Público.

A AMAJUR vêm trabalhando com os motoristas da região e a Prefeitura de Jundiaí, a fim de conseguir desonerar ao máximo possível os trabalhadores.

Jorge disse que o diálogo com a atual administração tem sido bom, para regulamentar o maior número de profissionais possível, dentro do que estabelece a lei e tem tido bons resultados. “Mas no que compete às operadoras, há um grande descaso e um abuso cada vez maior’, completou.

Uma motorista de Uber resolveu divulgar o seu telefone particular nas redes sociais, para que os passageiros façam pedidos de viagens fora do aplicativo. Só assim ela acredita que terá condições de manter o carro, com os gatos de combustíveis e peças.