Centro de Jundiaí tem movimento, apesar do fechamento das lojas

Muita gente foi ao Centro de Jundiaí, na manhã deste sábado (06), mesmo com as lojas fechadas por causa do decreto de restrições pela Fase Vermelha do Governo do Estado.

Uma moradora de Campo Limpo Paulista disse que tinha de pagar o carnê em uma loja e não sabia que ia fechar. Agora não sabe como vai fazer para quitar a dívida.

Uma outra mulher pensou que o fechamento das lojas ocorreria no domingo, porque ouviu no noticiário da TV que era a partir da “meia-noite de sábado”.

Já uma outra mulher comentou que viu propaganda na internet que o comércio de Jundiaí ia funcionar até às 18 horas. Na verdade ela viu uma postagem compartilhada do início da semana, antes do decreto do governador João Doria.

Foram vários os leitores que estavam em dúvidas quanto à abertura das lojas e enviaram mensagens para saber se tinha alguma loja aberta.

Pelo decreto do prefeito Luiz Fernando Machado, regulamentando a abertura do comércio, só podem funcionar os supermercados, farmácias, padarias, lotéricas, oficinas mecânicas, lojas de celulares e de materiais para construção, por exemplo.

A Guarda Municipal não para de receber denúncias da população pelo telefone 153 e as viaturas estão atendendo os casos mais prioritários.

Foto do motoboy Xororó da manhã deste sábado (06) no Calçadão da rua Barão de Jundiaí, no Centro de Jundiaí.