Abertas inscrições para escolher a Melhor Coxinha de Queijo

Qual a melhor coxinha de queijo de Jundiaí? Essa é a resposta que o concurso “Festival: A Melhor Coxinha de Queijo de Jundiaí – Edição 2021” vai responder. A votação que deixa as pessoas com água na boca está com inscrições abertas até 1º de maio e é organizado pelo Departamento de Fomento ao Turismo da Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT), em parceria com o Departamento de Patrimônio Histórico da Unidade de Gestão de Cultura (UGC).

A coxinha de queijo é patrimônio imaterial de Jundiaí e está presente nos cardápios de lanchonetes, restaurantes, padarias e bares há mais de 40 anos. “É uma tradição tão presente na cidade que o festival é mais uma maneira de homenagear a coxinha de queijo”, comenta a diretora do Departamento de Fomento ao Turismo, Marcela Moro.

Na edição 2020, oito empresas se inscreveram. “O concurso já é bem conhecido e acreditamos que neste ano o número de inscrições pode aumentar. O festival é uma maneira de também ajudarmos a divulgar os estabelecimentos participantes, que estão sentindo os efeitos da pandemia”, afirma Marcela.

A divulgação do título de melhor coxinha de queijo de Jundiaí ajudou a impulsionar as vendas da Lambuza Bistrô, vencedora da última edição do concurso. “Muitas pessoas chegam perguntando da melhor coxinha de Jundiaí. Ganhar o concurso nos ajudou a aumentar a nossa divulgação, mesmo em meio à essa pandemia. É uma honra defender o título da melhor coxinha de queijo da cidade, o que também nos traz muita responsabilidade para sempre mantermos a qualidade desse patrimônio”, conta o sócio-proprietário do estabelecimento, Alisson Batistella Bedin, que ainda afirma que neste ano vai se inscrever para defender o título novamente.

O corpo de jurados será formado por cinco chefs renomados, escolhidos pelo Departamento de Fomento ao Turismo. Além disso, haverá a votação popular realizada por ferramentas digitais.

Podem se inscrever no concurso estabelecimentos como bares, restaurantes, padarias, lanchonetes, food trucks, casas de massas, rotisserias, entre outros, desde que a coxinha de queijo seja produzida e comercializada por pessoas jurídicas constituídas. “Vale lembrar que a coxinha de queijo tem que estar no cardápio permanente”, lembra Marcela. O edital pode ser acessado no site da Rota Turística do Centro Histórico.

imagem mostra homem com touca, branca, máscara preta, camiseta branca. Nas mãos ele segura um prato com uma coxinha. Ao fundo placa escrito Vencedor 2020. Placa essa que foi entregue pelo estabelecimento ganhar como a melhor coxinha de queijo de Jundiaí9.
Na edição 2020, a Lambuza Bistrô conquistou o título da melhor coxinha de queijo de Jundiaí
Assessoria de Imprensa