Arsenal apreendido em Jundiaí pela DIG tinha até armas da Rússia

O arsenal de armas e munições apreendido pelos policiais da Equipe Apolo 4, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí tinha até armas produzidas na Rússia.

Os policiais continuam nas ruas, tentando prender o empresário que aparece como responsável pelo contêiner onde eram armazenadas as munições de grosso calibre e armamento.

Após receberem denúncia de que havia armas escondidas nesse contêiner, os policiais pediram autorização da Justiça para realizar buscas no local.

A suspeita é de que as armas sejam locadas para criminosos do Primeiro Comando da Capital (PCC) e para roubos a bancos.

Os policiais da DIG foram ao local indicado que fica no interior de uma empresa.

Com a presença de um funcionário realizaram abertura do equipamento e dentro de um cofre havia as armas e munições.

O empresário reside no Vetor Oeste de Jundiaí e está sendo procurado.

Os policiais também querem saber a ligação dele com a facção criminosa.