Carreata contra Bolsonaro teve 200 veículos em Jundiaí

Centenas de veículos com faixas e frases de Fora Bolsonaro, mais vacina e por um auxílio emergencial maior, realizaram uma carreata pela avenida 9 de Julho na manhã deste domingo, dia 23. A ‘Carreata pela Vida’ contou com a presença de 150 veículos, ciclistas e arrecadou 150 quilos de alimentos não perecíveis para a Congregação Missionária Dom José Gaspar e produtos de limpeza para a entidade Mães que Acolhem.

O ato foi organizado por integrantes da sociedade civil, movimentos sociais, coletivos, partidos progressistas e sindicatos, que se uniram em Jundiaí para formar o Comitê pela Vida e lutar por soluções que o Governo Federal tem tratando com indiferença, como a pandemia da Covid-19, o desemprego e a fome, além de defenderem as bandeiras das causas sociais e à democracia.

Durante a concentração do ato, realizado no Paço Municipal, os participantes receberam máscaras PFF2 e orientações de medidas sanitárias de segurança, como o distanciamento social e o uso de álcool em gel. Às 10h30, os veículos desceram para a avenida 9 de Julho com carro de som e retornaram na rotatória do JundiaíShopping. O ato durou aproximadamente duas horas.

Para a integrante do coletivo Re-existir, Roberta da Costa, o saldo da carreata foi positivo. Além do ato ter arrecadado 150 quilos de alimentos para doação a entidades sociais, ela também destaca que o número de participantes foi maior do que o esperado. “A sociedade civil se mobilizou para demonstrar a insatisfação com o Governo Federal, que não soube controlar e combater a pandemia do Coronavírus. Precisamos mostrar nossa insatisfação, pois cerca de dois mil brasileiros morrem por dia por um vírus que poderia ser controlado se o Governo tivesse comprado as vacinas”, diz a integrante do coletivo.

Para Cauê Constantino, que também integra o coletivo Re-existir, o resultado da carreata demonstra a força democrática que existe na cidade e a união neste momento para lutar pela democracia, que está acima de posições políticas entre os integrantes do Comitê. “O principal objetivo desta carreata foi despertar a sociedade para mostrar o péssimo governo de Bolsonaro e sua condução desastrosa na pandemia que piorou a vida dos brasileiros por ignorar os riscos deste vírus”, afirma.

Já o integrante do Movimento Cardume, Henrique Parra Parra Filho, destaca que o sentimento de resistir e lutar foi maior do que o medo que invadiu as vidas de milhares de brasileiros. “Depois de tantos meses vendo o presidente e o governo brincando com a vida das pessoas e deixando de comprar vacinas sem que não seja punido, hoje conseguimos romper esse sentimento de impotência e desânimo. Nosso objetivo primeiro é mostrar que cada vez mais gente tem horror a esse governo que faz festa mesmo com quase 500 mil mortes de brasileiros e mostrar que aqui em Jundiaí há muita gente disposta a defender a vida”, destaca.

 

Texto e fotos: Mauro Utida