ACE Jundiaí inicia julgamento do Prêmio Mulher Empreendedora

O julgamento das candidatas ao Prêmio Mulher Empreendedora, da Associação Comercial Empresarial (ACE) de Jundiaí, foi iniciado nesta sexta-feira (18). Uma comissão avaliou 25 candidatas de acordo com o relato enviado e com as respostas da autoavaliação.

A comissão foi formada pela co-fundadora do Bolo da Madre, Daniela Pelipas, pela analista de negócios do Sebrae,  Vanessa Carolina de Alcântara César, e Júlio Durante, diretor da Unidade de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

Durante toda a manhã eles analisaram o material enviado e deram notas conforme os critérios do regulamento. Os relatos de algumas empreendedoras emocionaram a comissão, que chorou em alguns momentos.

Avaliação

Daniela ficou com lágrimas nos olhos ao ler o depoimento de algumas empreendedoras e contou que se reconheceu em algumas situações. “Muita coisa que li me emocionou bastante”, disse. “Empreender não é só um sonho, às vezes a pessoa empreende por necessidade. Percebi que algumas mulheres ainda precisam se preparar melhor para evoluir, mas tenho certeza que vão conseguir com o apoio da ACE e do Sebrae. “

Vanessa também se emocionou e durante a análise da autoavaliação, na qual as participantes responderam sobre a gestão de suas empresas, identificou oportunidades de melhorias. “Participar desta comissão foi uma experiência muito rica, enquanto eu lia o material tive vários insights de ações que o Sebrae pode fazer para apoiar estas empreendedoras.”

Júlio disse que a avaliação do Prêmio reforçou que o empreendedorismo é o principal investimento de inclusão social, financeira e de resgate da auto-estima. “Gostei muito da diversidade dos relatos e atividades. Foi um privilégio participar desta Comissão.”

A vice-presidente da ACE, Leandra Maia Diniz, elogiou a força e a determinação das participantes que enviaram suas histórias e observou que empreender é um caminho cheio de desafios. “Nosso propósito com este Prêmio é conectar e inspirar outras empreendedoras. Temos certeza de que as histórias enviadas vão emocionar as pessoas.”

Nas próximas semanas as candidatas com as maiores pontuações serão visitadas por um representante da ACE, que validará as informações apresentadas na ficha de inscrição.  

Serão premiadas as três finalistas da categoria Microempreendedora Individual e três da categoria Pequenos Negócios. O Prêmio teve apoio na divulgação da Rede Mulheres que Decidem.

Com informações da assessoria de imprensa