Sindicato emite nota condenando paralisação ilegal

O Sindicato dos Motoristas de Ônibus de Jundiaí enviou uma nota ao “Jornal da Região” em que esclarece que a única forma legal de negociação com as empresas é a assembleia, marcada para às 15 horas em frente ao Terminal Central. Que a greve foi feita por pessoas alheias ao Sindicato que querem se aproveitar dos trabalhadores.

Nota do Sindicato

Sobre a paralisação parcial do transporte ocorrida ocorrida na manhã de hoje, vimos a
público esclarecer os fatos:
1. Está convocada para hoje às 15H00, na sede do Sindicato, a assembléia para
discussão e deliberação da proposta feita pelos empresários, referente a campanha
salarial do corrente ano;
2. A direção da entidade que legalmente representa os trabalhadores, o Sindicato, não
orientou, não organizou e sem que seja uma decisão tomada em assembleia, não
apoia essa paralisação;
3. Pessoas alheias à categoria, com condenação em primeira instância na Justiça,
criaram um clima de desinformação a respeito das negociações e se aproveitando
desse fato levaram parte dos trabalhadores a uma aventura sem o propósito de
contribuir com o andamento da campanha salarial.
4. Uma dessas pessoas, condenada em primeira instância, já foi responsável por
outras tentativas frustradas de liderar a categoria, sempre deixando um rastro de
prejuízos aos trabalhadores e, principalmente, aos usuários do transporte coletivo;
5. Por fim, reiteramos, a convocação para a assembleia às 15H00, na sede do
Sindicato, para discussão, deliberação da proposta e as futuras ações.
A Diretoria
Jundiaí, 08 de Julho de 2021

%d blogueiros gostam disto: