Louveira atinge nesta quinta-feira (29) a marca de 100 mortes por Covid-19

Louveira atingiu nesta quinta-feira (29) a triste marca de 100 mortes por Covid-19 desde o começo da pandemia, em março do ano passado. O centésimo caso é de uma mulher de 51 anos que morava no Jardim Belo Horizonte e tinha histórico de obesidade. Ela estava internada desde o dia 5 de julho na Santa Casa.

Ao todo, 4.787 pessoas tiveram diagnóstico confirmado para Covid-19 na cidade desde o início da pandemia, em março de 2020. Só nesta quinta-feira foram dois novos casos da doença. Há ainda 13 pessoas internadas, sendo 11 na UTI da Santa Casa, com quadros mais graves, e outras duas no Hospital de Campanha.

Cerca de 65% da população adulta do município já recebeu ao menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Mais de 6 mil pessoas concluíram o ciclo de imunização, com a aplicação de duas doses ou de vacina com dose única.

Apesar de uma tendência de redução no número de internações e mortes nas últimas semanas, a média diária de atendimento de casos no Hospital de Campanha continua alta. A unidade recebe 132 pessoas, em média, por dia em busca de cuidados neste mês de julho. É a terceira média mensal mais alta, atrás apenas de março (134 atendimentos por dia) e junho (172 atendimentos por dia) deste ano.

A Secretaria de Saúde de Louveira recomenda que todos os cuidados sejam mantidos para prevenção da doença, como evitar aglomerações e o uso contínuo e obrigatório de máscaras ao sair de casa.

Balanço das 100 mortes por Covid-19 em Louveira

Casos de óbito por sexo

A maioria dos casos de mortes pela doença em Louveira é de homens, que são 65% das vítimas totais na cidade. Ou seja, a cada três óbitos por covid-19, duas das vítimas são do sexo masculino.

Veja a divisão de óbitos por sexo:

– Masculino: 65

– Feminino: 35

Faixas etárias com mais óbitos

A faixa etária com mais mortes em Louveira é a de 60 a 69 anos, que teve 27 casos desde o começo da pandemia. Em seguida aparece a faixa entre 50 e 59 anos, com 24 casos. Apenas cinco das vítimas tinham menos de 40 anos.

O caso de óbito mais jovem foi de um morador de 32 anos do Parque dos Sabiás, que foi internado na Santa Casa e morreu no mês de março de 2021.

Já a vítima com idade mais avançada foi uma mulher de 91 anos, moradora do Faixa Azul, que foi internada e morreu em abril de deste ano.

Veja a divisão dos óbitos por faixas etárias:

– Até 29 anos – 0

– De 30 a 39 anos: 5

– De 40 a 49 anos: 13

– De 50 a 59 anos: 24

– De 60 a 69 anos: 27

– De 70 a 79 anos: 21

– De 80 a 89 anos: 7

– Acima 90 anos: 3

Bairros com mais óbitos

Entre os bairros de Louveira, o Jardim Lago Azul foi o que teve o maior número de registros de mortes por Covid-19. Foram, ao todo, oito casos. Em seguida aparece o Residencial Burck, com sete casos.

Veja os registros de óbito por bairro (lista mostra apenas os que tiveram três casos ou mais).

Jardim Lago Azul: 8

Residencial Burck: 7

Vila Pasti: 5

Parque dos Estados: 5

Jardim Belo Horizonte: 5

Cidade Jardim: 3

Irmãos Chiquetto: 3

Jardim Diamante: 3

Jardim Nova América: 3

Jardim São Francisco: 3

Sagrado Coração: 3

Santo Antônio: 3

Vila Conquista: 3

Vila Nova: 3

Média de atendimento no Hospital de Campanha

Tabela Louveira

Com informações da Prefeitura de Louveira