Jundiaiense é líder da quadrilha do Auxilio Emergencial

A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira (25) mandados de busca e apreensão em residências de um jundiaiense e os seus parentes, acusados de integrar uma quadrilha de desvio de R$ 680 mil do Auxílio Emergencial.

Com apoio do Serviço de Inteligência da Caixa Econômica Federal, o jundiaiense mobilizou a esposa e parentes para acesso a mais de 30 mil contas do Auxilio Emergencial.

A Polícia Federal já identificou fraudes de R$ 10 milhões no Auxilio e está tentando esclarecer quem são os responsáveis.

Segundo a PF a quadrilha já deve ter fraudado muito mais do que os 30 mil identificados inicialmente.


A Delegacia da Polícia Federal de Campinas está com o caso.

Durante o período da manhã foram feitas buscas na casa do jundiaiense e os seus familiares, em São Paulo.

Os policiais fizeram buscas inclusive nos guarda-roupas dos acusados, para buscar vestuário usado para fazer saques em caixas eletrônicos.

O jundiaiense já tinha sido preso pela Polícia em julho de 2020 e está em liberdade, aguardando decisão da Justiça.

 

%d blogueiros gostam disto: