Atleta de Jundiaí é selecionado para disputar o Strongman na Flórida

Aos 22 anos, Ricardo Germano Castillo, foi convocado para o Strongman Games, que será disputado na Flórida (EUA), no final do ano. Ele é o primeiro atleta com esta idade a representar o Brasil internacionalmente nesta competição onde os atletas demonstram suas forças numa série de testes, em diferentes formas.

Para realizar este sonho, Castillo criou uma vaquinha virtual para arrecadar R$ 20 mil, como meta até o dia 16 de outubro. O valor arrecadado será para custear a passagem, hospedagem, alimentação e condução, visto que o atleta não conta com patrocínios. “Abri uma campanha no Catarse e lancei alguns posts no meu Instagram, solicitando ajuda de amigos, parentes e seguidores”, conta.

Para colaborar com Castillo com valores de R$ 10 a R$ 100, CLIQUE AQUI

O sonho de se tornar um strongman – também conhecido como atletismo de força – começou quando Castillo tinha 14 anos e viu o amigo do pai e seu primeiro treinador, Marcos Maverick, levantar um carro. “Eu tive um choque de realidade porque era muito imaturo e fiquei decepcionado ao perder uma boa chance no futebol como goleiro. Aquilo me impressionou e entrei na academia e não parei mais de treinar, tentando ser a minha melhor versão como atleta”, revela.

Castillo costuma treinar pesado e por causa disso já teve a matrícula bloqueada em uma antiga academia que frequentava por treinar com muito peso. Ele alega que há um preconceito geral com os esportes de força e no Brasil não há muito apoio para o esporte. “Infelizmente vivemos em um país que não incentiva o esporte nem apoia o atleta”, lamenta.

Competições

Strongman de Jundiaí. (Foto: Divulgação)

Esta é a primeira vez que Ricardo Castillo é convocado para uma competição internacional. O convite partiu pelo seu atual treinador, Marcos Ferrari, que também foi convocado. “Através da indicação dele para a Strongman Games eu recebi minha convocação”, explica.

Ele explica que para um strongman participar de uma competição internacional o caminho é bem estreito. “Atualmente, no Brasil, você necessita ganhar o Arnold Classic South America Amador para se classificar para o Arnold Classic Ohio, competindo assim em âmbito internacional. Há ainda a possibilidade de ser convocado diretamente pelos responsáveis do Arnold Classic South America para representar o Brasil na competição Pro”, informa.

Em 2019, o jundiaiense conquistou a terceira colocação na categoria até 80kg na seletiva do Arnold Classic South América. Em 2017, ele havia conquistado o seu primeiro título, na etapa paulista, disputado em Osasco, na categoria até 80kg. “Nos tempos de pandemia, venho subindo de peso e de cargas para me preparar para as oportunidades de competição que surgissem, e então recebi essa convocação”, comemora.

Rotina de treino

Para manter os músculos em dia, a rotina de treino de Castillo em uma academia consiste em treinos de base, como agachamento, levantamento terra e supino, e treino de hipertrofia para evitar lesões.

Ele também frequenta um Centro de treinamento (CT) para trabalhar com alguns exercícios mais específicos do esporte, como o Log Lift, Atlas Stone, Heavy Yoke, Farmers Walk, Circus Dumbbell e também algumas variações de levantamentos, como o levantamento de carro, de pneu e também o tombamento de carro. 

Já na parte da dieta do atleta, consiste especificamente em ser hipercalórica para ter energia suficiente para os treinos, além de muita fisioterapia, alongamento e treinos pesados e específicos.

“É uma rotina bem desgastante mas amo muito o que faço”, destaca.