Saúde faz alerta sobre prevenção do câncer infantojuvenil

O mês de setembro é conhecido mundialmente pela campanha de conscientização do câncer infantojuvenil, o Setembro Dourado. A iniciativa é promovida pela Confederação Nacional de Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC) e tem o objetivo de alertar sobre os sintomas e a importância do diagnóstico precoce. A Prefeitura de Jundiaí oferece consultas médicas gratuitas com o Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc) para toda a população, bem como todo o tratamento caso a doença seja diagnosticada.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a doença representa a primeira causa de morte entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos no Brasil. Se tratado no início, as chances de cura aumentam em até 80%. “Reconhecer os sinais e sintomas precocemente muda todo o tratamento e a sobrevida do paciente”, explica a oncologista pediátrica do Grendacc, Arianne Casarim.

Foi o que aconteceu com o Gustavo Comitre, de 12 anos, em tratamento no Grendacc. Sua mãe, Daniela Comitre, foi quem identificou alguns sintomas. “Ele não estava comendo bem, estava pálido e ficava cansado rapidamente. Foi quando comecei a estranhar”, relata a mãe. Foi então que ele buscou atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência, que o encaminhou ao hospital. O resultado dos exames foi o diagnóstico de Leucemia Linfoide Aguda (LLA), descoberta no início. Atualmente, o Gustavo está em tratamento com quimioterapia. “Eu e minha família estamos muito satisfeitos com todo atendimento do Grendacc, eles possuem todo apoio, inclusive psicológico”, afirma Daniela.

“O atendimento em câncer infantil tem como premissa ter a identificação precoce dos casos para o melhor resultado no tratamento. Jundiaí oferece todo o atendimento necessário para o cuidado e tratamento a este público”, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Assistência integral
A Prefeitura de Jundiaí conta com atendimento especializado realizado no Grendacc – instituição filantrópica, que presta atendimento pediátrico humanizado -, visando garantir o atendimento integral de pacientes com câncer no município. Em Jundiaí, se encontram 25 pacientes em acompanhamento e 13 em tratamento efetivo da doença.

O atendimento é iniciado ainda na Unidade Básica de Saúde (UBS). A qualquer tempo, a família pode levar a criança ao serviço, passar pelo acolhimento e ter seu encaminhamento realizado. Caso seja identificada a doença, o tratamento é imediatamente iniciado, de acordo com as necessidades específicas de cada paciente.
Entre os sintomas que demandam atenção dos pais ou responsáveis, está a febre prolongada. Vômitos em jatos; o surgimento de linfonodos; perda de peso prolongada; e aumento do volume abdominal também são indicativos de atenção.