DAE amplia fornecimento de água para 90 mil consumidores

Mais água tratada perto de casa é o que a DAE e a Prefeitura de Jundiaí garantem com a entrega de três novos reservatórios, implantados nos bairros Jardim Carlos Gomes, Distrito Industrial e FazGran. O avanço na operação da DAE está em consonância com as medidas de uso racional e consumo consciente, necessárias em função do período de estiagem vivenciado em todo o Brasil.

Os reservatórios foram entregues nesta quarta-feira (15), no FazGran. O secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, e o diretor presidente da DAE, Walter da Costa e Silva Filho, além de representantes da Caixa Econômica Federal e autoridades municipais, estiveram presentes.

Reservatórios vão beneficiar 90 mil pessoas, nas regiões do FazGran, Distrito Industrial e Jardim Carlos Gomes
“Estamos entregando uma obra que dá mais autonomia ao abastecimento em Jundiaí. Temos outros projetos para a cidade, buscando cada vez mais segurança hídrica. Temos aqui uma gestão de qualidade, que permite ações como estas”, afirmou Pedro Maranhão.

Celso Eduardo Tucci, da Gerência Executiva de Governo da Caixa Econômica Federal, em Campinas, elogiou a saúde financeira da cidade. “Jundiaí é um exemplo e pode, graças à saúde financeira, captar recursos. É uma felicidade quando entregamos uma obra”, disse.

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, afirmou que Jundiaí é uma cidade protagonista no saneamento básico e na água no Brasil, exatamente porque se preocupa em executar investimentos como os novos reservatórios. “A importância para Jundiaí é que esses equipamentos estão localizados em regiões que prestigiam o investimento para o atendimento da população. Nossa cidade se destaca na política da água, porque pensa na racionalidade do seu uso e em grandes investimentos para permitir que a população continue sendo abastecida com água de absoluta qualidade”, avalia.

Juntos, os equipamentos somam mais 15 milhões de litros de água tratada, assegurando o abastecimento mesmo em períodos de manutenção na rede e beneficiando mais de 90 mil pessoas. “A DAE está fazendo a sua parte, mas conta com a colaboração da população, que precisa usar a água de forma consciente”, aponta o diretor presidente da DAE, Walter da Costa e Silva Filho. O consumo consciente tem sido pauta de campanhas permanentes da DAE.

Os reservatórios integram um pacote de obras, que inclui, além destes, o reservatório do Cecap, já em operação, e o novo equipamento da Estação de Tratamento de Água do Anhangabaú (ETA-A), com previsão de entrega para março de 2022. O valor total do financiamento referente ao contrato 0426.313-90/2014 é de R$ 14.764.260,63 e contrapartida de R$ 2.112.195,23, totalizando R$ 16.876.455,86. Os recursos são do PAC-FGTS, tendo como agente financeiro a Caixa Econômica Federal.

Com estas inaugurações, a DAE passa a contar com 57 reservatórios em operação, com capacidade de armazenar até 71,334 milhões de litros de água tratada. A empresa também já prepara a abertura da licitação para a construção de mais três reservatórios, nos bairros Ivoturucaia, Horto Santo Antonio e Jardim do Lago.