Jundiaí proíbe venda e uso de linhas cortantes para pipas

A Imprensa Oficial de Jundiaí trouxe na edição desta quarta-feira (15) a promulgação de lei assinada pelo prefeito Luiz Fernando Machado que proíbe a comercialização e utilização de linhas cortantes no município.

Segundo a lei do prefeito Luiz Fernando a multa para os infratores será de cerca de R$ 1 mil, dobrando na reincidência.

A Guarda Municipal tem competência para apreender as pipas e linhas com cerol e se for atividade comercial, o lojista vai perder o alvará de funcionamento.

As denúncias podem ser feitas aos telefone 153 da Guarda e 156 da Prefeitura.

A Guarda Municipal, por meio da equipe Anjos da Guarda, tem  orientado as crianças a não permitirem que amigos utilizem as linhas cortantes e explicam os riscos que podem causar para outras pessoas.

A lei é a de número 9.627.