Viveiro produz mudas para doação, reflorestamento e recuperação

Cabreúva mantém, como um de seus locais tidos como verdadeiro tesouro, um Viveiro Municipal. O local está no Parque Ecológico do Piraí, no Vilarejo – e é uma união de mudas de diversas espécies – e que podem ter diversas destinações, como doação, reflorestamento ou recuperação de áreas degradadas.

A Secretaria de Meio Ambiente, Obras e Serviços Urbanos, responsável pelo viveiro, realiza a produção de algumas espécies de mudas, como a Cabreúva (Myroxylon peruiferum), árvore-símbolo do município.

Esse procedimento é feito por meio de coleta, seleção e plantio de sementes. Durante o desenvolvimento da planta, é necessário realizar a irrigação, adubação, controle de plantas daninhas e doenças, até que a mesma atinja o tamanho suficiente para ser plantada em calçadas, praças, ou áreas verdes.

Além do plantio, o viveiro conta também com mudas adquiridas pela Prefeitura por meio de compra e através do recebimento de Termos de Compromisso de Responsabilidade Ambiental (TCRA) das Licenças para Supressão de Árvores. Através deste documento, todo munícipe que retirar uma árvore se responsabiliza pela doação de certa quantidade de mudas para o viveiro municipal.

“A intenção é que novos ‘indivíduos’ sejam plantados, substituindo os ‘indivíduos’ que foram retirados e, dessa forma, o município consegue manter sua qualidade ambiental”, explica a bióloga Ana Paula Regra, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

As mudas do viveiro também estão disponíveis para que os munícipes possam plantá-las em suas calçadas ou jardins por meio do Projeto ‘Adote uma Árvore’. Para isso, basta entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, por meio do telefone 4528-5016, para preencher a solicitação.

Após a realização de vistoria para identificar se o local para o plantio é adequado, é autorizada a retirada da muda no viveiro.