Mais um cliente do iFood cai em golpe da maquininha

O “Golpe da Maquininha” continua fazendo vítimas em Jundiaí. Pela terceira vez nesta semana bandidos – se passando por motoboys – apresentam maquininha para pagamento de alimentação e passam a fazer saques de altas quantias.

Um leitor do “Jornal da Região” relata que perdeu cerca de R$ 7 mil, depois de comprar alimento em um restaurante de shopping da cidade pelo iFood.

Ele recebeu mensagem em seu celular avisando que o motoboy que faria a entrega havia tido problema na corrente da moto.

Foi informado pela pessoa que estava no telefone que um outro “motoboy” particular do estabelecimento iria fazer a entrega e o “iFood reembolsaria” o cliente.

Quando o suposto motoboy chegou, com bag amarela da “99”, forneceu a maquininha que “apresentou” erro de senha por três vezes.

Depois de algum tempo o cliente recebeu avisos de saques nas quantias de R$ 3.024,99; outra de R$ 2.839,00 e uma de R$ 1.549,00.

A vítima entrou em contato com o estabelecimento do shopping, que bloqueou o seu número para não falar com o cliente.

No iFood recebeu a mensagem orientando de que não é para “aceitar cobrança na entrega”.

Outros casos

Nesta semana uma profissional da área da Saúde também recebeu a informação de que o motoboy tinha quebrado a corrente da moto e outro funcionário do restaurante faria a entrega, com o iFood cancelando a compra pelo aplicativo. A partir daí passaram a ocorrer saques na conta da vítima.

A vítima prestou queixa no 1º Distrito Policial e foi ouvida pelo agente Xororó e delegado Antônio Dota Júnior, que solicitou ao shopping imagens das câmeras do motoboy pegando o pedido no restaurante.

Também durante essa semana uma outra jovem foi comprar marmitex e fizeram saques de sua conta corrente, na entrega feita na Avenida 14 de Dezembro.

Dicas

O consumidor deve ficar atento ao receber as entregas dos aplicativos de comida:

– Não utilizar máquina com o visor quebrado ou que não permita a leitura dos dados;

– Conferir o valor da compra e, de preferência, pagar somente no aplicativo;

– Não passar os seus dados por telefone;

– Desconfiar caso o entregador informe que é necessário pagar algum valor extra;

– Caso tenha alguma dúvida, deve entrar em contato com o local onde pediu a comida;

Em caso de problema registre reclamação no Procon-SP no site www.procon.sp.gov.br ou aplicativo.

Duas clientes do iFood caem em golpe da ‘maquininha’

Procon alerta para aumento no golpe da maquininha, em pedidos de comidas