Receita Federal investiga contas do ex-prefeito de Itatiba, Douglas Augusto

Auditores da Receita Federal de Jundiaí estiveram na Prefeitura de Itatiba recolhendo documentos relacionados a supostos créditos para não pagamento de cerca de R$ 20 milhões em impostos, na gestão do ex-prefeito Douglas Augusto Pinheiro Oliveira.

No período de 2018, 2019 e 2020, o ex-prefeito se utilizou de uma empresa contratada para fornecimento de softwares, mas que teria conduzido a Prefeitura a não pagar impostos devidos ao Governo Federal.

Os auditores da Receita de Jundiaí perceberam que um volume muito grande de impostos deixou de ser recolhido pela Prefeitura de Itatiba e passaram a “investigar”.

Uma equipe da Receita Federal esteve em dezembro na Prefeitura de Itatiba e recolheu diversos documentos para a auditoria.


Ao mesmo tempo a atual administração abriu um Processo Administrativo, para apurar eventuais desvios de finalidade na contratação da empresa de software e na utilização dos recursos.

Segundo as normas da Receita Federal, caso comprovadas as suspeitas, o município e os seus responsáveis devem fazer o recolhimento dos valores devidos com multa.

O ex-prefeito foi procurado. Até o fechamento da matéria não havia se pronunciado. Ele pode enviar sua posição.

 

%d blogueiros gostam disto: