Várzea pede que assintomáticos não procurem atendimento médico de imediato

O número de atendimentos a pessoas com sintomas gripais tem crescido muito nos serviços médicos públicos e privados de Várzea Paulista. A Unidade de Síndromes Gripais, ala do Hospital Municipal Dr. Alcípio de Oliveira Júnior específica para esses pacientes, teve um grande aumento na média de atendimentos diários, que já era alta de 6 a 16 de janeiro (167 por dia), para 254 por dia entre 17 e 19 de janeiro. Ao todo, foram feitos 2.598 atendimentos de 6 a 19 de janeiro. A diretora de Vigilância Sanitária de Várzea Paulista, Adriana Camargo, explica que nem todas as pessoas que tiveram contato direto recente com quem testou positivo para Covid-19 devem procurar esses atendimentos.

A diretora esclarece que os chamados contactantes diretos são aqueles que residem na mesma casa que a pessoa positivada para a doença. Nesse caso, os contactantes deverão manter-se em isolamento por 5 dias, sem necessidade de procurar os serviços de saúde e só precisarão procurá-los se apresentarem sintomas gripais.

Essas pessoas devem fortalecer as medidas preventivas: máscara, distanciamento e higienização constante das mãos (com álcool ou água e sabão). Além disso, é necessário que avisem a empresa que não vão trabalhar e façam o isolamento mínimo de 5 dias, em casa. Para atestar esses dias de ausência, o contactante pode apresentar ao empregador o teste positivo ou o atestado de afastamento do familiar. Após o período, se não apresentar sintomas, podem retornar à rotina normal.

Já as pessoas contactantes diretas com indivíduos que têm gripe (Influenza) não necessitam se afastar de suas atividades rotineiras. Só se afastará quem de fato está com a doença, no prazo determinado pelo médico.

“A nossa grande dificuldade é como atender as pessoas neste momento. A gente pede que as pessoas assintomáticas não procurem os serviços médicos de imediato, para que possamos dar a preferência e assistência mais rápida e adequada àqueles que realmente estão com desconforto respiratório, fadiga, dores musculares, ou seja, sintomas importantes”, complementa a diretora.

A Unidade de Síndromes Gripais fica atrás da UPA, em um espaço anexo ao Poupatempo da Saúde, dentro do Hospital Dr. Alcípio, e funciona todos os dias das 7 às 19 horas. O endereço é Rua Eduardo de Castro, 65 – Centro.

Prevenção
Os cuidados para evitar o contágio pela nova variante da gripe são os mesmos recomendados em relação à Covid-19: distanciamento social de ao menos 1,5 metro, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool e uso de máscaras e evitar ao máximo levar as mãos a olhos, boca ou nariz fora de casa. A vacinação contra a gripe será retomada no estado nos próximos meses — a próxima vacina já imunizará contra a nova variante da doença.

A vacinação contra a Covid-19 prossegue em Várzea Paulista. Pessoas de 12 anos ou mais podem tomar a primeira dose, segunda dose, dose única ou dose de reforço, sem necessidade de agendamento, as terças e quintas-feiras, das 09 às 11h30 e das 13h às 15h. A diretora deixa clara a importância de completar o esquema vacinal, como forma de amenizar os sintomas de uma eventual infecção por Covid-19.

Para a primeira dose é necessário apresentar documento pessoal com foto, cartão do SUS e comprovante de endereço. Já para as segunda e terceira doses, é necessário levar um documento pessoal com foto e uma das duas comprovações da primeira ou da segunda dose: cartão de vacinação contra a Covid-19 ou comprovação da primeira dose na tela do celular, no aplicativo Conecte-SUS. A campanha de vacinação é realizada no Espaço Cidadania: Avenida Ipiranga, 151 — Centro.

Quem tomou a vacina de dose única da Janssen pode tomar o reforço, caso a tenha tomado há pelo menos 61 dias ou, se for imunossuprimido (com doença autoimune ou uso de medicação que baixa a imunidade), 28 dias. O prazo da dose de reforço para as demais fabricantes é de 4 meses após a aplicação da segunda dose.

Crianças de 5 a 11 anos com doenças crônicas e deficiências permanentes foram imunizadas nesta sexta-feira (21) e já é possível fazer o pré-cadastro no site Vacina Já, do Governo Estadual, algo que agiliza o atendimento na hora de vacinar as próximas crianças (a programação será divulgada em breve). Basta que os pais ou responsáveis acessem o link www.vacinaja.sp.gov.br e cliquem no botão com os dizeres “CRIANÇAS ATÉ 11 ANOS”, no canto inferior direito, para o preenchimento do formulário on-line.

%d blogueiros gostam disto: