Operação Noites Frias volta a ser intensificada em Jundiaí

Com a chegada de uma nova frente fria à cidade, a Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) acionou, desde sexta-feira (10), a Operação Noites Frias, que consiste na intensificação na busca ativa de pessoas em situação de rua para oferta de pernoite, proteção contra o frio e preservação da vida.

Na sexta (10) e sábado (11), foram realizadas 137 abordagens e 69 acolhimentos, 4 pessoas recusaram acolhimento. Somente no domingo (12), noite mais fria deste período, foram 76 abordagens, com 40 acolhimentos e 11 recusas de acolhimento.

Para quem recusa o acolhimento, além do atendimento técnico, as equipes nas ruas oferecem ainda cobertores para a proteção contra o frio. Durante o fim de semana de Operação, foram entregues 72 unidades, além de 31 água, 16 gorros e 24 meias. No domingo foram entregues 48 cobertores, 27 águas, 20 gorros e 23 pares de meias.

A Operação Noites Frias é acionada sempre que a previsão de temperatura ao longo da noite é inferior a 13°C, independente do período do ano. “Se o frio persistir pelas próximas noites, a Operação irá prosseguir com as equipes da abordagem social percorrendo a cidade para realizar a busca ativa para oferta de acolhimento”, explicou a assessora da UGADS, Renata Mangieri.

Quem identificar pessoa em situação de rua deve indicar que ela busque o Centro Pop, que fica na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 504, Centro, e atende em horário comercial. De lá, os usuários são encaminhados para os demais serviços da rede onde há pernoite.

Já com atendimento 24 horas por dia, o munícipe poderá acionar o SEAS, pelo telefone (11) 98531-0146, que dispõe de equipes para realizar as abordagens e encaminhar os usuários que derem aceite ao acolhimento.

Além do atendimento de demandas como alimentação, higiene e pernoite, as equipes realizam também o atendimento técnico dos usuários, com o objetivo de retomada de vínculos familiares e com a sociedade, recâmbio para Município de origem – se identificado responsável pelo acolhimento no retorno-, e saída das ruas por meio da busca por emprego e retomada do protagonismo de vida.

%d blogueiros gostam disto: