Santos ganha do Corinthians pela Copa do Brasil

(UOL/FOLHAPRESS) – Quem venceu o clássico na noite desta quarta-feira (13) foi o Santos, por 1 a 0, mas o Corinthians fez o que pôde para controlar o jogo em temperatura amena, fazer valer a vantagem de quatro gols que havia construído na ida e assim garantir classificação às quartas de final da Copa do Brasil. Marcos

Leonardo fez de pênalti o gol da vitória agridoce do Peixe.

Classificado, o Corinthians agora espera novo sorteio da CBF, na terça-feira (19), para conhecer seu próximo adversário na competição. Ao Santos, por sua vez, resta apenas a disputa do Brasileirão até o final do ano.

Ambos os times voltam a campo neste sábado (16), justamente pelo Brasileirão, em jogos fora de casa. Às 19 horas (de Brasília) o Santos tenta se aproveitar da má fase do Avaí, e duas horas depois é a vez de o Corinthians encarar o Ceará.

O JOGO DO SANTOS

O auxiliar Marcelo Fernandes escalou o Santos com quatro atacantes. Léo Baptistão não conseguiu armar e foi substituído no intervalo. No segundo tempo, Bruno Oliveira e Carlos Sánchez entraram, mas o time seguiu com poucas chances claras. O gol veio num pênalti do goleiro Cássio em lance meio despretensioso de

Marcos Leonardp, mas não conseguiu estabelecer a pressão que precisava -principalmente com a urgência com que precisava.

O JOGO DO CORINTHIANS

O técnico Vítor Pereira não chegou a poupar titulares na escalação, mas a vantagem no placar agregado permitiu ao Corinthians esperar o tempo passar: com a defesa montada, deixou a bola com o Santos e aguardou para jogar no contra-ataque. De modo geral, levou o jogo na boa e só não fez gols em estocadas em

velocidade por falta de capricho: primeiro de Róger Guedes, depois de Giovane.

O CONFRONTO

O 4 a 0 do jogo de ida fez a torcida do Santos ir ressabiada para a Vila Belmiro. O volume aumentou no início do jogo e no gol de Marcos Leonardo, mas a animação durou pouco. O próprio camisa 9 se enroscou com Gil na área em lance que motivou revisão do árbitro no VAR, mas nada foi marcado. Aos poucos foi ficando claro que o Santos não teria forças para furar a defesa rival e pôr fogo no clássico.

Em jogo seguro, o Corinthians deu a primeira estocada aos 34 minutos, quando Róger Guedes driblou o goleiro mas ficou sem ângulo na linha de fundo e mandou para fora. Giovane teve chance ainda mais clara no segundo tempo, quando disparou desde o meio-campo e ficou de frente para João Paulo, mas mandou para fora e perdeu gol incrível

SANTOS
João Paulo, Madson (Wesley Patati), Maicon (Luiz Felipe), Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Camacho (Bruno Oliveira) e Léo Baptistão (Carlos Sánchez); Ângelo (Lucas Barbosa), Lucas Braga e Marcos Leonardo. T.: Marcelo Fernandes (interino)

CORINTHIANS
Cássio; Rafael Ramos, Gil, Robert Renan e Bruno Melo; Du Queiroz (Xavier), Roni e Giuliano (Gustavo Mosquito); Adson (Felipe Augusto), Lucas Piton (Robert Renan) e Róger Guedes (Giovane). T.: Vítor Pereira

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Juiz: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
VAR: Vinicius Furlan (SP)
Cartões Amarelos: Rodrigo Fernández, Marcos Leonardo (Santos); Du Queiroz, Bruno Melo, Raul Gustavo (Corinthians)
GOLS: Marcos Leonardo aos 22 minutos do segundo tempo (Santos)

 

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

%d blogueiros gostam disto: