Fiscalização de terrenos e calçadas: 85% dos proprietários atendem notificações

Talvez você já tenha visto na região onde mora algum terreno cheio de mato, entulho e, em muitos casos, até com a presença de animais peçonhentos. Ou já tenha passado por calçadas sem condições de tráfego. Você sabia que a Prefeitura pode ser acionada para que o proprietário do local seja autuado e deixe tudo em ordem?

Só em 2021, a Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), notificou mais de 5 mil proprietários por conta dessas irregularidades que complicam a vida de outros moradores dos bairros. A notícia boa é que 85% desses pedidos da Prefeitura para que as áreas fossem colocadas em ordem foram atendidos. “Os 15% remanescentes ainda estão dentro dos prazos determinados. Caso as notificações não sejam cumpridas, é aplicada uma multa”, explica o diretor Marcos Mamede. O valor é calculado é com base nos metros quadrados da área em questão.

Em 2022, foram 3108 e 1108 atendidas. As demais, de acordo com Marcos, ainda estão dentro do prazo.

Caso você precise acionar o setor para a fiscalização, basta ligar 156 ou enviar a reclamação via app Jundiaí, no qual é possível inclusive anexar a foto da área em questão. “Trata-se de um trabalho de campo, dos fiscais, que olham as áreas pela cidade, mas também de uma parceria com a população que funciona muito bem.”

Os fiscais vão até o local checar as denúncias e, quando particulares, notificam os proprietários e, caso o terreno seja público, o ‘puxão de orelha’ vai para a própria prefeitura, que faz a conservação da área. “Trabalhamos no dia a dia para deixar os terrenos públicos fechados e limpos, além de deixar os calçamentos em dia. Somos o órgão que cobra e que também precisa ser exemplo.”

%d blogueiros gostam disto: