Estelionatários usam logo do Procon de Jundiaí para aplicar golpes

Na última semana, pessoas se passaram por funcionários do Procon para aplicar um golpe em créditos consignados pelo Whatsapp. Na ocasião, a vítima foi comunicada pelo aplicativo de mensagens que deveria fazer uma transferência de mais de R$ 11 mil, para devolver os valores de um empréstimo recebido por engano. O órgão registrou Boletim de Ocorrência (BO).

Segundo a chefe do Procon Jundiaí, Valéria Tavares Alcântara, o Procon não tem conta no Whatsapp. “É importante o consumidor ficar atento, pois o Procon não solicita nenhum tipo de pagamento e não faz negociações por esses meios ”, explica.

As fraudes em empréstimos consignados têm sido uma prática recorrente e alvo constante de atenção do Procon de Jundiaí. De janeiro a setembro de 2022 mais de 400 pessoas foram vítimas de golpes dessa natureza. “Desde o dia 5 de setembro estamos com a ‘Campanha Fique Ligado: Não Caia em golpe’. Para evitar problemas, recomendo ao consumidor não atender telefonemas suspeitos, ver extratos bancários com frequência, fazer o bloqueio dos empréstimos consignados no INSS e não enviar documentos por fotos”, completa Valéria.

O contato com o Procon deve ser feito por meio dos canais oficiais, que são o site oficial ou o e-mail: proconjundiai@jundiai.sp.gov.br .

%d blogueiros gostam disto: