Corpo é de morador de Campinas, envolvido em confronto com a Guarda de Capivari

A Polícia Civil concluiu que o corpo, encontrado na manhã de sexta-feira (28), na Rodovia Miguel Melhado Campos a Estrada de Vinhedo – Viracopos -, na área rural de Itupeva, é de Anselmo Dias, de 41 anos, morador de Campinas.

A esposa dele providenciou, neste sábado (29), a liberação do corpo no Instituo Médico Legal (IML) de Jundiaí, para sepultamento no Cemitério Parque das Flores, em Campinas.

Anselmo já tinha passagens pela Polícia.

O corpo foi abandonado próximo de um Jetta, de Americana, pertencente a terceiro, que foi queimado.

O Jetta aparece nas imagens gravadas pelas câmeras das viaturas da Guarda Municipal de Capivari, após confronto de quinta-feira (27), pela manhã, quando assaltantes estavam com uma carga de R$ 1 milhão em cigarros, que tinha sido roubada na cidade de Itu.

Os criminosos balearam dois guardas municipais e fugiram. Tudo indica que Anselmo também foi baleado no confronto com os guardas municipais e a quadrilha o abandonou após o crime, envolvendo-o em um cobertor.

De acordo com o delegado do Plantão de Itupeva, Ruiter Martins da Silva, os boletins de ocorrência do encontro de cadáver e da localização do veículo se somam ao inquérito da Delegacia de Capivari – que acumula ainda outros boletins das ações da quadrilha.

Após o confronto em Capivari, os marginais roubaram um carro em Monte Mor. Depois roubaram uma Amarok em Campinas. Na fuga, também roubaram uma van, na Avenida da Uva, em Jundiaí.

Por determinação do delegado Ruiter, do Plantão da Delegacia Seccional de Jundiaí, o Jetta foi apreendido e levado para o pátio da Polícia Civil, para novas perícias da Polícia Científica.

O motorista do caminhão roubado pela quadrilha em Itu foi abandonado em Sumaré.

 

%d blogueiros gostam disto: