Bolsonaristas fecham a Marginal do Tietê

ANA PAULA BRANCO

(FOLHAPRESS) – Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), derrotado nas urnas neste domingo (30), estão se concentrando na marginal Tietê, em São Paulo, para protestar. Considerada a principal via expressa da capital, a marginal interliga as regiões oeste, norte, central e leste.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o grupo faz o protesto no sentido Ayrton Senna da via, junto à ponte das Bandeiras. As pistas 1, 2 e 3, mais rápidas, foram fechadas pelos manifestantes e os carros passam apenas a pista 4 (local) estava liberada para os carros.

Com bandeiras do Brasil e cantando hinos como “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”, motoristas buzinavam em apoio ao protesto.

Segundo o site da CET, a lentidão na marginal Tietê no sentido: Castelo/Ayrton Senna chega a 6,3 km.

Os bolsonaristas chegaram ao local no período da tarde, com faixa “Lula não” e bandeiras do Brasil.

A manifestação deve piorar o trânsito no local num dia de alto índice de lentidão. Após dias quentes, a capital paulista amanheceu nesta segunda (31) com o trânsito mais lento do mês de outubro e pancadas de chuva.

Segundo dados da CET, a lentidão para o período entre 6h e 8h da manhã superou todos os outros dias do mês de outubro.

Foto da leitora Tamires Hoffman

%d blogueiros gostam disto: