JORNAL DA REGIÃO

JUNDIAÍ E REGIÃO

HU realiza cirurgia de doação de órgãos

O Hospital Universitário de Jundiaí, vinculado a Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), realizou a captação de múltiplos órgãos para transplantes com uma cirurgia realizada em uma jovem de 16 anos após protocolo para constatação da morte encefálica, com autorização da família para a doação dos órgãos.

Cinco equipes multidisciplinares de várias instituições acionadas pela Organização de Procura de Órgãos (OPO), com apoio de profissionais do HU, realizaram a captação de coração, pulmão, fígado, rins e córneas dessa doadora na tarde de segunda-feira, dia 31 de outubro. O procedimento teve início às 15h e transcorreu bem, tendo o término às 21h.

O Brasil tem quase 57 mil pacientes aguardando transplantes de órgãos ou tecidos. No terceiro lugar na fila em termos de número de pessoas em espera, o transplante de fígado fica atrás somente das doações de rim e córnea. Os dados foram divulgados neste ano pelo Ministério da Saúde durante o lançamento do Programa de Qualidade no Processo de Doação e Transplantes (QualiDot).

O prof. Dr. Rodrigo Camargo, diretor técnico do Hospital Universitário da Faculdade de Medicina de Jundiaí explica que o trabalho tanto dentro quanto fora do hospital é extremamente complexo e multidisciplinar, com várias etapas de verificação antes e rigorosos protocolos de segurança durante o procedimento de captação de órgãos e reforça a importância da doação. “Uma parte do sentimento de todas as equipes é de acolhimento e amparo à família da vítima de morte encefálica e a outra enche de esperanças as famílias dos pacientes que receberão as doações”.

O HU conta com uma Comissão Intra Hospitalar de doação de órgãos e tecidos (CIHDOTT) desde 2017, especializada em fazer todo o processo com a OPO e acompanhar os pacientes com confirmação de morte encefálica e dar todo o suporte necessário para a família.

%d blogueiros gostam disto: