Jundiaí terá palestra sobre Lei Geral de Proteção de Dados

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entra em vigor em agosto de 2020 e vai impactar organizações privadas e órgãos públicos que coletam e lidam com informações pessoais. Com o objetivo de orientar o público em geral, o Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Jundiaí promoverão uma palestra gratuita sobre o tema no dia 10 de março com o palestrante Hildemar Antonio Baldan.

Graduado em Estatística e Pós-graduado em Rede de Computadores pela Unicamp, Baldan abordará aspectos importantes da adequação a nova legislação com penalidades previstas desde advertência até multa que pode chegar a R$ 50 milhões.

A lei se aplica a todas as pessoas físicas ou jurídicas que realizam a coleta e o tratamento de dados de cidadãos, nos meios físicos ou digitais, com o objetivo de fornecer bens e serviços. O marco regulatório surgiu com o objetivo de oferecer mais segurança jurídica e transparência e inseriu o Brasil num patamar de igualdade em relação à maior parte dos países da América Latina e da Europa.

Segundo o palestrante, a Lei 13.709/2018 – LGPD é inspirada na regulação européia (General Data Protection Regulation – GDPR). “A LGPD estabelece regras sobre a coleta, o tratamento, o armazenamento e o compartilhamento de dados pessoais gerenciados pelas empresas”, afirma.

Edison Maltoni, presidente do Sincomercio e da CDL Jundiaí, afirma que em diversos segmentos o tratamento de dados tornou-se atividade vital. “Especialmente no comércio eletrônico que atua fortemente com técnicas de marketing digital, monitorando perfis e segmentando dados de clientes para fidelização. Pela LGPD será preciso implementar um projeto sobre os dados tratados de conformidade com a lei”, observa.

A palestra será no dia 10 de março, às 19 horas, no Sincomercio – Rua Prudente de Moraes, 584. Inscrições e informações: comunicaçã[email protected] ; [email protected] e (11) 4583-1410 ou (11) 4583-2298.