16 UBSs vão atender só sintomas gripais

O preparo dos serviços de saúde municipais para o atendimento às demandas relacionadas ao Novo Coronavírus (COVID-19) vem sendo realizado desde o início das notificações de alerta da Organização Mundial de Saúde (OMS), no início do mês de fevereiro, com as capacitações dos técnicos.

Com os decretos de Estado de Atenção (13 de março) e Emergência (20 de março) e de suspensão de todas as atividades não essenciais (21 de março), as suspensões de agendas eletivas nos equipamentos e a priorização dos casos é determinada para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Novas UBSs e Clínica da Família, Ambulatórios e Núcleo Integrado de Saúde (NIS).

A determinação faz parte das medidas adotadas pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) da Prefeitura de Jundiaí, pelo Plano de Contingência para o Enfrentamento da COVID-19. Das 34 unidades de Atenção Básica em funcionamento, 18 serão mantidas para o atendimento de casos prioritários e, as demais 16 UBSs serão transformadas em Unidades Sentinelas, para o atendimento exclusivo daqueles que apresentem sintomas gripais.

O NIS também está suspenso deixando apenas o atendimento aos casos prioritários. “As medidas são adotas prezando pelo cuidado à saúde da população. Quanto menor a possibilidade de contato entre quem está com sintomas gripais e os demais pacientes, menor será a possibilidade de a contaminação e propagação do Novo Coronavírus. As agendas de consultas dos casos prioritários estão sendo informadas aos pacientes, a partir da ligação das equipes das unidades”, explica.

A distribuição de medicação está mantida, e na rede Básica, está sendo feita para o período de dois meses, para evitar o deslocamento das pessoas. Os idosos não devem se deslocar para fazer a recepção da medicação. Basta encaminhar um parente com a documentação do paciente e própria para a retirada. Já a Farmácia de Alto Custo está no aguardo da entrega do estoque adicional pelo governo do Estado de São Paulo das medicações para que possa ser feita a distribuição para 90 dias.

 

Suspensos

Os encontros de grupos terapêuticos (Programa de Assistência Intensiva ao Tabagista – PAIT, grupos do Centro de Atendimento Psicossocial – CAPs e da Atenção Básica), atividades do Centro de Convivência, Cultura, Trabalho e Geração de Renda – CECCO e a Academia da Saúde, atendimentos do Centro de Reabilitação de Jundiaí (CRJ) estão suspensos.

A ouvidoria do SUS, que funcionava no térreo do Paço Municipal atenderá somente por via digital, pelo telefone 156, site (https://156cijun.custhelp.com/) e e-mail

[email protected] As reuniões do Conselho Municipal de Saúde (Comus) também tiveram os encontros suspensos.