Jundiaí inicia testagem em assintomáticos

Mapear o avanço do Sars-CoV-2 pela cidade é a meta do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), da Prefeitura de Jundiaí, com a realização do Inquérito Epidemiológico em parceria com a Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ). A pesquisa foi iniciada em abril e alcança a segunda fase a partir da próxima terça-feira (26), com a aplicação de testes rápidos em domicílios sorteados conforme o mapa cartográfico municipal. As equipes da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) e FMJ percorrerão os bairros para a entrevistar e aplicar o teste rápido em todos os residentes nos endereços sorteados. A meta é visitar 1.244 domicílios com a possibilidade de testar até 6,2 mil pessoas.

“Adotar medidas pró-ativas no combate à pandemia tem sido a tônica do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Jundiaí desempenhando ações específicas conforme os cenários epidemiológicos identificados. Com as informações provenientes do Inquérito Epidemiológico será possível ter o dado real da doença na cidade, reduzir as subnotificações e identificar o percentual da população que teve contato com o vírus sem desenvolver os sintomas. Com o mapeamento completo temos subsídios para avançar no combate à COVID-19”, argumenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

O Inquérito Epidemiológico será aplicado por três profissionais ligados à FMJ e UGPS, devidamente identificados e com uso de equipamentos de proteção individual (EPIs). A testagem e a aplicação do questionário serão feitos em ambiente externo à residência. “Essa pesquisa é fundamental para a avaliação da cidade, por isso, é muito importante que a população participe. Além de colaborar com a identificação do avanço da doença na cidade, os participantes saberão se já estão com os anticorpos ao vírus Sars-CoV-2, causador da COVID-19”, explica o gestor da Unidade de Gestão e Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera.

Dados
Os bairros onde serão aplicados os testes estão disponíveis no site da Prefeitura de Jundiaí, na página ‘Coronavírus’. De acordo com a professora e coordenadora do Depto de Saúde Coletiva, responsável pela pesquisa pela FMJ, Marília Jesus Batista de Brito Mota, o mapeamento dos domicílios está sendo feito a partir da densidade demográfica. “Foram definidos quantitativos de domicílios em vários bairros da cidade, de forma que a amostra represente a cidade. A determinação de quantidade de residências a ter os moradores testados será feia com base na densidade demográfica, portanto, alguns bairros terão mais testes, outros menos”, detalha. A fase da pesquisa terá duração de 13 dias úteis.

Confira os bairros que receberão as equipes a partir de terça-feira (26):

AGAPEAMA
VL ARENS/PROGRESSO
JARDIM DO LAGO
MARINGÁ
SANTA CLARA
VILA RAMI
CAPITAL VILLE I
JD. SANTA GERTRUDES
PONTE SÃO JOÃO
CENTRO
VILA MUNICIPAL
NAMBI
JARDIM SÃO CAMILO
SÃO CAMILO
JARDIM TAMOIO
CAXAMBU
CHÁCARAS MALTONI
NOVA ODESSA
ROSEIRA
COLONIA
JARDIM PACAEMBÚ
IVOTURUCAIA
ERMIDA
PARQUE ELOY CHAVES
SERRA DO JAPI
AEROPORTO
CASA BRANCA/S.INDUS.
GRAMADÃO
MEDEIROS
RESERVA DA SERRA
JUNDIAÍ-MIRIM
VALE AZUL
HORTO FLORESTAL
MARCO LEITE
VILA RIO BRANCO
FERNANDES
CURRUPIRA
HORTOLÂNDIA
CECAP
ENGORDADOURO
PARQUE CENTENÁRIO
TORRES DE SÃO JOSÉ
ÁGUA DOCE
BAIRRO DO POSTE
BOM JARDIM
POSTE
TRAVIÚ
NOVO HORIZONTE
VARJÃO
FAZENDA GRANDE
SETOR INDUSTRIAL
RIO ABAIXO
TULIPAS
CHAMPIRRA
FAZENDA CONCEIÇÃO
MATO DENTRO
RIO ACIMA
ANHANGABAÚ
PARQUE DO COLÉGIO
VIANELO/BONFIGLIOLI
ALVORADA
JARDIM SAMAMBAIA
MALOTA
MOYSES
RETIRO