Sesi passa a ser base para testes da Covid-19

Facilitar o acesso e agilizar o atendimento da população que teve sintomas gripais e seus comunicantes familiares também estão entre as ações do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), da Prefeitura de Jundiaí. Desta forma, a partir de parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), os testes rápidos de COVID-19 agendados pelo Disque 156 Coronavírus para a região Central passam a ser realizados na unidade Sesi Élcio Guerazzi, o Sesão, a partir de quarta-feira (3).

“Formalizamos uma parceria com a equipe da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), a partir de conversa com o presidente Paulo Skaf e, viabilizamos um espaço amplo para o atendimento da população para a realização do teste na unidade Sesão, muito próxima da Unidade Básica de Saúde (UBS) Central. A testagem é fundamental para mapear o avanço da doença na cidade”, argumenta o prefeito Luiz Fernando Machado, lembrando que Jundiaí testará 5,2% da população entre testes rápidos para sintomáticos, comunicantes familiares, públicos determinados (profissionais da Saúde pública, forças de segurança, motoristas e cobradores do transporte público), idosos em instituições de longa permanência além dos assintomáticos, a partir do Inquérito Epidemiológico realizado.

A testagem na unidade Sesão (avenida União dos Ferroviários, em frente ao Tauste), inicialmente, mantém o mesmo fluxo de atendimento realizado na UBS Central, com cerca de 40 agendamentos por dia, serviço líder em solicitações de horário para o teste rápido. “Jundiaí oferece a testagem rápida para COVID-19 nas Unidades Sentinelas (UBs) e também em várias UBSs, tudo pensado para facilitar o acesso da população. A confirmação ou descarte do contato com o vírus Sars-CoV-2 mapeia o avanço da doença e indica quais os locais é necessário intervir com ações pontuais”, explica o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera.

Em números
Desde o início da disponibilização do teste rápido para COVID-19 em Jundiaí, em meados de abril, até as 10h desta segunda-feira (1), já foram realizados 5.496 testes rápidos COVID-19, sendo 542 positivos (9,86%). Ao todo foram agendados 8.082. “A testagem ampla garante o mapeamento do avanço da doença na cidade e reduz a subnotificação, permitindo que a cidade conte com informações precisas e em tempo real sobre a COVID-19 no território”, detalha o gestor.

As pessoas que tiveram ou que estão com sintomas gripais (febre associada a tosse ou coriza) podem realizar o agendamento pelo Disque 156 Coronavírus, opção 0. O agendamento será feito conforme a data de início de sintomas, lembrando que para a acurácia acima de 90% do teste rápido oferecido, é necessário que a pessoa esteja com mais de 8 dias de início dos sintomas. Para evitar o deslocamento durante o período de transmissão do vírus, o protocolo definido é a testagem a partir do 15º dia após o início dos sintomas.