DDM liberta jovem que vivia em cárcere privado

Equipes de policiais da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí libertaram nesta segunda-feira (13) uma jovem de 21 anos que era mantida em cárcere privado na casa de um ajudante de 24 anos. O caso ocorreu na Vila Nambi.

A equipe comandada pela investigadora Lilian recebeu denúncia anônima de que no referido endereço havia uma mulher que era proibida de sair da casa, sendo mantida em cárcere privado há muito tempo.

A investigadora comunicou o delegado Luciano Carneiro Paiva, que determinou a realização de ação imediata.

A policial civil reuniu os investigadores Rafael e Andrea e requisitou apoio da Guarda Municipal.

Quando as equipes chegaram no local indicado confirmaram que a mulher estava trancada dentro da casa.

Os policiais tiveram de arrombar a porta para a mulher sair. Em um carro próximo o amásio estava escondido e foi preso.

Durante as buscas da Delegacia de Defesa da Mulher foram encontradas 20 embalagens de lança perfume, 55 porções de maconha e 1.048 pedras de crack.

O indivíduo acabou preso e levado até a sede da DDM na avenida Nove de Julho. Ele foi indiciado por tráfico de drogas e cárcere privado.

As escrivãs Fernanda, Ingrid e Flávia colheram os depoimentos dos envolvidos.

A mulher disse que não podia sair de casa, vivendo sempre trancada e quando ligava para familiares não podia comentar o que passava, porque era ameaçada de agressões.

A investigadora Lilian disse que foi fundamental o apoio da Guarda Municipal, com os guardas Júlio César, Calixto, Jacob, Gildomar e Monique, além do cão Gold do Canil.

O preso foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde ficará aguardando a decisão da Justiça.

 

Anúncios