Saiba como Jundiaí ganhou o título de “Cidade Amiga dos Animais”

A Prefeitura de Jundiaí ganhou nesta semana o prêmio de ‘Cidade Amiga dos Animais’, da World Animal Protection.

Jundiaí foi contemplada com o prêmio porque realizou nos últimos anos diversas atividades em benefício dos animais, principalmente no ‘Controle da Densidade Populacional e a Taxa de Renovação’.

A inscrição realizada por meio do Departamento de Bem-Estar Animal (Debea) concorreu com 150 projetos de cidades da América Latina.

O “selo” é um reconhecimento do trabalho direcionado para a qualidade do ambiente para os cães e gatos.

Esta é a primeira vez que Jundiaí participa da premiação e já recebe reconhecimento.

O projeto local

Segundo a Prefeitura de Jundiaí o trabalho é contínuo no Debea, com ampliação estruturada na oferta de atendimento, seja em castrações e microchipagem ou nos demais atendimentos clínicos e cirúrgicos.

Mesmo durante a pandemia da COVID-19, foram mantidos os procedimentos e mais de 2,4 mil castrações foram realizadas em 2020, até o mês de agosto.

Esse número deve chegar próximo da marca do ano passado inteiro, com 2,8 mil castrações realizadas.

Ainda na castração, o procedimento CED (Captura, Esterilização e Devolução), internacionalmente reconhecido, vem sendo implementado em felinos errantes, e é um diferencial da cidade.

Os atendimentos estão sendo realizados na sede da instituição, no bairro Parque Centenário, em ações de menor número com maior frequência para evitar aglomerações e riscos de transmissão do vírus Sars-CoV-2, causador da COVID-19.

Os investimentos na área também incluem o desenvolvimento de bancos de dados que nortearão tomadas de decisões a partir de aplicativo específico e informatização do serviço, além da ampliação de ações de conscientização.

Além dos serviços oferecidos pelo Debea para a população cadastrada, Jundiaí já implementou três praças Família & Pet para a interação e lazer das famílias com seus animais de estimação em espaço seguro e confortável.

O que é o prêmio

O Prêmio Cidade Amiga dos Animais faz parte do programa “Animais em comunidades” do Proteção Animal Mundial e conta com o apoio da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), do Instituto de Medicina Veterinária do Coletivo (IMVC / ITEC), do Conselho Federal de Medicina Veterinária e Zootecnia do Brasil (CFMV), da Associação Mundial de Veterinários de Pequenos Animais (WSAVA) e da Coalizão Internacional para o Manejo de Animais de Companhia (ICAM).

O objetivo da ação é identificar e premiar as melhores e mais inovadoras iniciativas governamentais da América Latina na área de manejo humanitário de populações caninas e felinas (MHPCF). Para selecionar as melhores estratégias, foram acionados colaboradores e juízes externos indicados pelas associações de apoio (IMVC/ITEC, WSAVA, PANAFTOSA-OPS/OMS e CFMV), que são médicos veterinários, gestores públicos, professores e especialistas em saúde pública e/ou manejo humanitário de cães e gatos.