Jundiaí ganha o primeiro mural artístico em prédio

Até dia 2 de dezembro, Jundiaí recebe o Festival Paredes Vivas, projeto que utiliza a arte urbana como ferramenta de conscientização ambiental e social. Com patrocínio da Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens e embalagens de papel, a iniciativa convida a artista local Bianca Foratori para pintar um grande mural de graffiti na empena (parede lateral) do Edifício Moutran, localizado na Rua Siqueira de Moraes, 555.

“Jundiaí é uma palavra indígena, e Japi também. Os povos indígenas são os donos de todo esse território que hoje chamamos de Brasil, são os guardiões da terra, mas infelizmente estão sempre sob ameaça assim como os recursos naturais que protegem. Então o mural artístico que farei na empena do Edifício moutran é uma homenagem à Serra do Japi, que cerca a cidade, e um lembrete de que ela precisa ser preservada, e também uma homenagem aos povos originários que habitavam essa região”, explica Bianca Foratori.

mural

E por acreditar que um dos pilares para o enfrentamento da emergência ambiental e social é uma sociedade consciente, articulada e engajada, o Festival vai além e disponibiliza uma série de cinco vídeo-aulas sobre a temática ambiental e arte urbana, com acesso gratuito e livre para toda a comunidade escolar. Professores e alunos poderão baixar os vídeos educativos no site do festival, pelo link: www.festivalparedesvivas.com.br

“A nossa proposta é unir arte à consciência, educação à sustentabilidade. Fazemos isso de três formas: (1) valorizando a cultura local, (2) transformando as paredes que dividem pessoas e espaços em janelas para um mundo mais colorido, sustentável e justo, e (3) levando toda essa reflexão para dentro da sala de aula. Essa é nossa forma de chamar a atenção das pessoas ao problema, convidá-las à reflexão e capacitá-las para repensar e potencializar suas ações e hábitos”, explica Pedro Frazão, artista visual e coordenador do projeto.

Além de Jundiaí, o Festival Paredes Vivas já esteve em Piracicaba e percorre, até dezembro, mais duas cidades do Estado de São Paulo: Cotia e capital paulista.

O projeto é uma iniciativa da produtora Parede Viva, e conta com o patrocínio da Klabin, firmado por meio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Lei Estadual de Incentivo à Cultura – ProAC.

Serviço:
Festival Paredes Vivas em Jundiaí
Mural Bianca Foratori (@bforatori)
Edifício Moutran
Rua Siqueira de Moraes, 555
Centro, Jundiaí