Identificada a vítima de atropelamento na Bandeirantes

A família de Renan Albuquerque Martins reconheceu o corpo dele no Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí, nesta quarta-feira (02).

O rapaz de 29 anos estava desaparecido da cidade de Guarulhos desde o dia 25 de maio, quando veio para a cidade e não voltou mais para casa.

O “Jornal da Região” publicou nota de que o IML de Jundiaí havia identificado ele por meio de impressões digitais após atropelamento na Rodovia dos Bandeirantes, no bairro do Castanho. Mas a equipe não conseguia localizar a família.

Os familiares providenciaram todos os documentos necessários para liberação do corpo e sepultamento em Guarulhos.

Renan não conhecia a região e ao tentar atravessar a pista, à noite, foi atropelado por vários carros.

Um dos motoristas envolvidos no acidente chegou a ser levado ao Plantão da Polícia Civil pela Polícia Rodoviária.