Prefeitura arrecada rações para cães e gatos em vulnerabilidade

A Prefeitura de Jundiaí, por meio das Unidades de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) e de Planejamento Urbano e Meio Ambiente/Departamento de Bem-Estar Animal (UGPUMA/DEBEA), com apoio da Rede Jundiaí de Cooperação, lançou o edital para convocação pública da Focinho Solidário – campanha permanente que visa angariar apoio, arrecadar ração e/ou congêneres para cães e gatos e cadastrar pontos de coleta de doação de ração. O objetivo é ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade social tutoras de animais.

“A Prefeitura será responsável pela gestão, armazenamento, recepção, destinação e controle da ração entregue aos tutores de animais.  O propósito da iniciativa é reforçar as ações específicas para política pública de proteção animal na cidade”, explica o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado.

Tutora de oito cães, Maria da Graça Pigarri Munhoz adotou animais que seriam abandonados. Ela já recebeu a doação de ração por meio da UGADS e conta sobre a importância da ajuda. “Meu marido perdeu o emprego e nossa condição financeira é complicada. Tenho problemas de saúde e afirmo que meus cachorros são meus remédios e me ajudam demais. Eles são meus amores e considerados da minha família. A ajuda com a ração é muito importante para  manter a alimentação dos cachorros”, comenta Maria da Graça.

Por meio da campanha Focinho Solidário, empresas podem se inscrever para apoiar institucionalmente, doar ração e/ou congêneres e/ou serem pontos de coleta de ração. As empresas que fizerem o maior número de doações receberão “Certificado de Doação”, terão o nome divulgado no site da campanha, além da publicidade por meio dos canais de divulgação da Prefeitura de Jundiaí.

Os interessados em participar devem enviar e-mail para o DEBEA ([email protected]).

“As empresas devem encaminhar proposta contendo a especificação das formas de divulgação da ação, como sites e/ou redes sociais em que serão veiculados os dados da campanha; especificação do local de armazenamento das doações, que garanta a integridade do material e dados de contato do responsável pela campanha, além da documentação exigida no edital”, explica a diretora do DEBEA, Daniela Araújo Passos.

A triagem e definição dos beneficiários serão realizadas pela UGADS, com base em critérios técnicos de renda e vulnerabilidade. A gestora da UGADS, Maria Brant, explica que a maior demanda vem de bairros rurais. “Os pedidos vêm de diversas partes do Município, mas principalmente de bairros rurais, como o Mato Dentro e Rio Acima. Tratam-se de famílias muito impactadas economicamente pela pandemia, com às vezes até quase dez cachorros, e que relatam ter de abandonar seus animais caso não recebam esta contribuição”, compartilha.

A campanha permanente é articulada pela Rede Jundiaí de Cooperação, vinculada à Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF).

“A cooperação é a palavra de ordem para viabilizar parcerias estratégicas, envolvendo todos os setores. Neste caso, em apoio às famílias em situação de vulnerabilidade”, afirma o gestor da UGGF, José Antonio Parimoschi.  Para mais informações no telefone (11) 4582-2649, ou na Rede Jundiaí de Cooperação, pelo (11) 4589-8602.