Mulher de 92 anos morre vítima da covid-19 em Louveira

A morte de uma mulher de 92 anos por complicações da covid-19 foi confirmada em Louveira nesta terça-feira (25). A vítima, que tinha histórico de doenças pré-existentes, foi internada na Santa Casa em 18 de janeiro e morreu no último dia 20.

De acordo com informações da Vigilância Epidemiológica, ela havia tomado a segunda dose da vacina contra covid-19 no dia 20 de abril de 2021. Não há registro de imunização com a dose adicional, que é indicada pelos especialistas para garantir uma eficácia maior da imunização.

A última morte por covid-19 havia sido registrada em Louveira no dia 8 de dezembro.

Também nesta terça-feira, 435 novos casos da doença foram registrados na cidade. O número é o maior contabilizado no município em um intervalo de 24 horas. Até então, o recorde de casos havia sido registrado em 18 de janeiro deste ano, quando 302 pessoas tiveram o diagnóstico de covid-19 confirmado.

Internações
Na Santa Casa, sete pessoas estão internadas. Um homem de 70 anos, não vacinado, continua na UTI, e os outros seis pacientes estão leitos de enfermaria. Destes, dois são moradores de Jundiaí.

Outros oito moradores de Louveira, que ainda aguardam resultados de exames, estão hospitalizados em outras cidades da região: seis em Jundiaí e dois em Campinas.

Louveira contabiliza, até esta terça-feira, 8.312 casos de covid-19 e 108 óbitos causados pela doença. De acordo com dados do Boletim Epidemiológico, 346 pessoas estão em isolamento domiciliar.

A Secretaria de Saúde reforça que em caso de sintomas respiratórios é fundamental procurar por atendimento médico.

Prevenção
A Secretaria de Saúde pede que, diante na nova onda de aumento do número de casos de covid-19 e do crescimento nas taxas de contaminação da Influenza, os moradores reforcem os cuidados preventivos para reduzir os riscos de contágio, como o uso de máscaras, higienização das mãos e o distanciamento social (sem aglomerações).

Atendimento médico
Em caso de sintomas gripais ou respiratórios, os moradores devem procurar por atendimento médico no Centro de Atendimento instalado no CRL. O local funciona todos os dias, das 7h às 21h, e só recebe as pessoas com sintomas de gripe. Os casos mais graves são encaminhados para a Santa Casa. Os atendimentos pediátricos continuam na Santa Casa e no PA Santo Antônio.

Fique atento aos seguintes sintomas:
– Tosse
– Coriza
– Dor de cabeça
– Dor de garganta
– Febre
– Falta de ar

%d blogueiros gostam disto: