Crianças devem receber reforço contra febre amarela

Nos anos de 2017 e 2018, Jundiaí enfrentou a circulação intensa do vírus de febre amarela silvestre, com a ocorrência de intensa epizootia (morte de macacos) e registros de apenas dois casos positivos da doença em humanos. A contenção da doença foi possível a partir da vacinação massiva realizada na cidade, com os bloqueios nas áreas verdes e ampla oferta da dose à população.

Com o alerta emitido pelo Ministério da Saúde para as regiões Sul e Sudeste, a Vigilância Epidemiológica, reforça para pessoas que, por ventura, ainda não tenham se imunizado, para buscar pela vacina, gratuitamente, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Novas UBSs e Clínica da Família.

“A imunização foi grande e alcançamos marca superior a 100% da população, estimada em 414 mil habitantes. No entanto, com a mobilidade e o crescimento populacional, aqueles que não receberam nenhuma dose da vacina estão vulneráveis. Basta procurar a sua unidade de saúde e referência para se imunizar”, comenta a enfermeira da VE, Maria do Carmo Possidente.

A partir de 2019, o Ministério da Saúde indica uma dose de reforço para as crianças que foram vacinadas antes dos 5 anos. O mesmo vale para quem tem mais que 5 anos e tenha sido vacinado antes desta idade.

As doses estão disponíveis em toda a rede de Atenção Básica, composta por 35 unidades, de acordo com calendário de cada serviço. Para saber qual o dia que a dose estará disponível, basta consultar o site da Prefeitura, ou ligar para a sua unidade de referência.