Brasil registra 221 óbitos por Covid em 24 horas. É a maior média do mês

O Brasil registrou 221 novas mortes pela covid-19 nesta terça-feira, dia 17. Em Jundiaí a Prefeitura informa que houve um óbito nas últimas 24 horas, de homem de 75 anos, que faleceu no Hospital São Vicente de Paulo. A cidade tem 214 ativos. Louveira também registra aumentos de casos. Serra Negra determinou a volta do uso de máscaras.

A média diária de óbitos no País, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, está em 119.

As 221 mortes é o maior número em 15 dias. O acumulado de vítimas da doença é de 665.277.

Entre as 20 horas desta segunda e o mesmo horário desta terça-feira (17), o número de novas infecções notificadas foi de 26.228.

A média diária de novas pessoas infectadas também está em alta (19.135) e é a maior dos últimos 33 dias.

No total, o Brasil tem 30.724 939 casos da doença.

O Estado de São Paulo reportou 63 mortes por coronavírus nesta terça. Porém, o maior número de vítimas pela doença nas últimas 24 horas entre as unidades federativas foi computado pelo Rio de Janeiro, com 74 óbitos.

Nove Estados não contabilizaram mortos, enquanto o Amapá não informou os dados atualizados da pandemia.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal.

A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do Governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Nesta terça, às 20h, o painel interativo do Ministério da Saúde não apresentava os dados da gestão federal sobre a situação epidemiológica no País.

Quando há divulgação da Pasta, os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Quem está com alguma dose de vacina atrasada deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

 

 

Jundiaí disponibiliza vacinas de COVID e Influenza em todas as UBSs

 

 

Louveira alerta para aumento de casos de covid-19

 

Serra Negra volta a exigir uso de máscaras

 

 

%d blogueiros gostam disto: